Política  

Samuca inicia discussão para redução de vagas na Câmara de Guarapuava

O vereador Samuel da Silva Pinto, o Samuca, iniciou esta semana a discussão de uma proposta de projeto polêmica para Guarapuava. Samuca quer a redução de vagas no Legislativo, passando das atuais 21 cadeiras para 15.

De acordo com o vereador, caso o projeto seja aprovado, a Câmara terá uma economia de cerca de R$ 5 milhões no próximo mandato. “A palavra de ordem no País inteiro é de economia. A população está cobrando economia dos seus representantes e que essa economia, conquistada através de uma administração eficiente e competente, seja revertida em pro dela mesma (a população)”, enfatizou.

De acordo com Samuca, com a redução de seis vagas de vereadores também serão reduzidos os dois assessores a que cada vereador tem direito. “No total, são 18 vagas que serão reduzidas e os salários somados chegam a cerca de R$ 1,3 milhão/mês e pode chegar a R$ 5 milhões em quatro anos”, explica.

Conforme o vereador, o projeto já começou a ser discutido com representantes da comunidade e deve ser levado à discussão com os demais vereadores a partir do retorno das atividades no Legislativo, em 06 de fevereiro. “Sei que é um projeto polêmico e que terei grande resistência com os demais vereadores. Mas com o apoio popular, eles (os vereadores) acabarão entendendo a importância desse projeto neste momento”, conclui Samuca.

Caso o projeto de lei seja aprovado e sancionado, ele passa a valer para o próximo mandato, em 2021.

RedeSul