Sancionada a lei que institui o programa de Mamografia Móvel no Paraná

 

Foto Jonas Oliveira/AEMPr

 

A governadora em exercício Cida Borghetti sancionou na terça-feira (20) a lei que institui o Programa de Exame de Mamografia Móvel, em todo o Paraná. O projeto de lei, de autoria da deputada Cláudia Pereira, foi aprovado pela Assembleia Legislativa na última segunda-feira (19).

O principal objetivo é fornecer o exame de mamografia para mulheres que moram em locais de difícil acesso e aumentar a cobertura do exame em todo o Paraná. A ação buscará trabalhar com mulheres na faixa etária entre 50 e 69 anos, que devem realizar a mamografia a cada dois anos.

Uma população que trabalha a prevenção, com certeza tem como prioridade salvar e zelar pela vida de todos. A doença tem mais chances de cura se for descoberta ainda no início, ressaltou Cida Borghetti.

Os casos que necessitarem de intervenção e cuidados, devido a alterações nos resultados dos exames, serão encaminhados para atendimento especializado para confirmação do diagnóstico e tratamento.

De acordo com deputada Cláudia Pereira, a ação é reconhecida pela portaria do Sistema Único de Saúde (SUS), mas a prática não havia sido implantada no Paraná.

Muitas vezes, as mulheres recebem a indicação do médico para fazer a mamografia, mas deixam de fazer o exame por falta de oportunidade, disse a deputada.

OUTUBRO ROSA

 O Outubro Rosa é o mês dedicado à Luta Nacional contra o Câncer de Mama e, neste mês, várias ações estão sendo dedicadas no País todo a prevenção da doença.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) o câncer de mama é o que mais acomete as mulheres em todo o mundo. No Brasil, as taxas de mortalidade ainda são elevadas. A mamografia deve ser feita a cada dois anos. Para aquelas que apresentam risco elevado de desenvolvimento da doença, devem realizar o exame clínico e a mamografia anualmente, a partir dos 35 anos.