Guarapuava Gastronômica

Foto: Anderson Zacalusni

Serão servidos quinze pratos típicos e diversificados, além da cerveja artesanal que já é destaque na cidade

 

 

Nesta semana foi apresentado oficialmente a programação do 1° Outono Gastronômico de Guarapuava. O festival vai mostrar a gastronomia típica guarapuavana e da região. Num projeto que tem o objetivo de incentivar o potencial turístico e gastronômico da cidade, valorizar a culinária e fomentar o turismo de visitantes.  Durante três dias, os convidados vão degustar receitas culinárias e cervejas artesanais que serão servidas ao público, o evento será nos dias 8, 9 e 10 de Junho, no Parque do Lago.  “Um evento como esse é uma oportunidade que temos para apresentar nossa gastronomia local e regional, como também a oportunidade de inserir Guarapuava no roteiro oficial do Paraná. Turismo se dá de diversas formas, não só com as belezas naturais, a boa gastronomia também é um grande apelo turístico”, destacou o prefeito Cesar Silvestri Filho.

Para a chefe de Departamento da secretaria de Agricultura e Turismo de Guarapuava, Marcia Berbet, o 1° Outono Gastronômico oportunizará a divulgação do talento dos profissionais que gostam de preparar pratos especiais diferenciados e saborosos. O evento vai reunir chefes de cozinha de outras cidades como, Curitiba, Candói, Guaraniaçu e Pinhão. “É uma oportunidade de valorizarmos a nossa gastronomia, trazendo um evento diferente para Guarapuava, movimentando a cidade na época mais fria do ano em um lugar privilegiado como é o Parque do Lago. Oportunizando ao público uma comida boa e também uma oportunidade dos estabelecimentos comerciais estarem divulgando os seus produtos e serviços”.

O vice-prefeito e secretário de Agricultura e Turismo de Guarapuava, Itacir Vezzaro, explica que o evento na cidade faz parte de uma ação estadual “A Paraná Turismo, queria fazer quatro eventos gastronômicos no estado, um para cada estação e eu como secretário da Agricultura e Turismo e vice-prefeito, fui o primeiro a aceitar essa proposta, no sentido de que Guarapuava acolhesse um desses eventos e ficamos com o Outono Gastronômico. Então, fomos atrás de parceiros para que pudéssemos efetivar esse projeto”.

Gastronomia acadêmica

Acadêmicos de Gastronomia auxiliaram na montagem e apresentação dos pratos, para a coordenadora do curso, Leila Pires, a interação entre os participantes e os acadêmicos proporcionou uma experiência de grande valor. “Nós temos concorrentes que já são chefes e trabalham na gastronomia, assim como, nós temos pessoas da agroindústria que estão participando de um primeiro evento. Os alunos foram muito importantes nessa parte da confecção e exílio à essas pessoas para montagem dos pratos. Durante todo o evento, eles estarão nas tendas ajudando”.

Parcerias

Uma das entidades apoiadoras do evento é a Emater, que já realiza o Inverno Gastronômico na cidade de Laranjeiras do Sul. A coordenadora regional do Emater, Gilca Ferreira, explica que esta também é uma oportunidade de valorizar a agricultura familiar e apresentar a qualidade dos produtos que chegam à mesa do consumidor. “Esses produtores tem para além da questão da produção, o viés da transformação e agregação do valor do produto, que busca opções de mercado.  O nicho gastronômico é um dos principais que nós temos de um modo geral.  Nosso papel é incentivar para que essa produção venha diferenciada e com qualidade, para que esse produtor ocupe um espaço e permaneça nele”.

FOTO: Noeli Almeida A receita da Edilaine surgiu em meio a uma reunião familiar e fez sucesso, agora o prato poderá ser conhecido pelos visitantes do 1° Outono gastronômico

Outra instituição que também apoia o evento de gastronomia é a Unicentro, o reitor da Universidade, Aldo Nelson Bona, pontua a importância da iniciativa, no sentido de destacar a cidade em âmbito estadual. “ É mais uma iniciativa de diversas entidades, não só do poder público para tornar Guarapuava uma cidade cada vez mais conhecida como polo regional de desenvolvimento em diversos aspectos e particularmente tentando resgatar um elemento que compõe a base do turismo em várias regiões do mundo, esse turismo que agrega diversos atrativos, entre eles a gastronomia. Nossa Universidade sente-se muito honrada em participar dessa iniciativa”.

Ao todo serão servidos quinze pratos diversificados além da cerveja artesanal que está ganhando espaço no setor cervejeiro do pais.  Uma das receitas é da Edilaine Daniele dos Santos e da mãe dela, Edilze Santos, a Tilápia com Batata que surgiu durante um encontro em família, “A ideia desse prato surgiu durante uma pescaria de sexta-feira Santa, o pessoal estava reunido, ouvindo moda de viola, contando causos, aquela coisa história de pescador, aí trouxeram os peixes e junto veio o comentário ‘vamos fazer um prato’. A gente tinha poucas coisas, só produtos da chácara, reuniu o povo e cada um trouxe uma coisa, tomate, cenoura e os temperos em geral. Deu certo e todo mundo gostou”.

Para Edilaine, participar do evento é uma oportunidade de mostrar um pouco da cultura do interior, do gosto da comida feita em casa que reúne a família e os amigos para momentos felizes.

“ Eu queria participar com esse prato principalmente para mostrar essa cultura do pessoal do interior, de pescar e contar histórias.

Em conjunto com o 1ª Outono Gastronômico será realizada a 6ª Feira Regional da Agricultura Familiar, na qual os visitantes poderão comprar produtos direto do campo.