Dia dos Namorados: Site de relacionamento atrai público a partir dos 40 anos de idade

O Coroa Metade espera, neste dia 12 e em todo o mês de junho, um crescimento de 20% de novos cadastros em relação ao mesmo período de 2023

Com a pandemia do coronavírus e o consequente isolamento social houve uma mudança no perfil das pessoas que procuram pelo Coroa Metade (www.coroametade.com.br), pioneiro site de relacionamento voltado para pessoas a partir de 40 anos de idade. Até antes da pandemia, contou o criador da página Airton Gontow, o site tinha 56% de mulheres e 44% de homens. Em 2021, 2022 e início de 2023, o número de novos usuários homens e mulheres se tornou praticamente o mesmo. Mesmo agora em 2024, entre os novos usuários o número homens e mulheres é quase igual. Hoje o site tem 52% de mulheres e 48% de homens.

“Desde o início, o Coroa Metade teve mais cadastros de mulheres. Em primeiro lugar, há no País mais viúvas que viúvos, já que as mulheres se cuidam mais. Além disso, quando a mulher gosta do site, ela conta para dez, 20, 30 amigas. Já o homem, quando gosta não conta para ninguém. Morre de medo de que o amigo diga: ‘cara, você é banana? Precisa de um site para conhecer uma mulher? Deixa que eu te ensino como se chega em uma mulher…Por isso, enquanto a mulher faz propaganda, o homem esconde”, disse Airton Gontow.

O idealizador e diretor do site, Airton Gontow, analisa que o aumento da proporção de homens durante a pandemia foi decorrente do fato de que um número bem maior de mulheres vive com os filhos na mesma casa, enquanto o homem solteiro, divorciado ou viúvo muitas vezes ficou pela primeira vez completamente sozinho em casa.

“Os homens têm mais dificuldade para lidar com a solidão e, também, para cuidar de si mesmos. Além disso, durante a pandemia o site se tornou uma boa opção não apenas para namorar, mas também para fazer amizades”, afirma, acrescentando que mesmo com o retorno das pessoas às atividades presenciais, não diminuiu consideravelmente o percentual de entrada de novos usuários masculinos no site. “Ainda é cedo para ter certeza, mas acho os homens perderam o constrangimento”, falou Gontow, que acrescentou:

“Em junho de 2023, com o abrandamento das restrições, houve um aumento de 15% de novos usuários em relação a junho do ano anterior. Este mês começou com um considerável aumento de novos usuários. Por isso, para o Dia dos Namorados e todo o mês de junho esperamos um aumento de 20% de usuários em relação ao mesmo período do ano passado. Além disso, estamos trabalhando para buscar também os usuários que saíram do site durante a pandemia pela, na maioria dos casos, impossibilidade de transformar os encontros virtuais em reais”.

Lançado em novembro de 2012, o Coroa Metade chegou à marca 152 casamentos realizados. O site foi criado pelo jornalista Airton Gontow com base na sua história pessoal e, também, nas histórias de amigos que estavam solteiros ou separados e vivenciaram as dificuldades para se encontrar pessoas para uma relação estável.

“Já temos 304 pessoas que saíram do Coroa Metade por terem encontrado um parceiro ou parceira! Isso sem contar quem saiu do site e não disse o motivo e, claro, as centenas de namoros. É gratificante. Digo sempre que sou um dos poucos empresários que festeja a cada cliente que perde”, afirmou Gontow.

O Coroa Metade segue o modelo de matchmaker, sites de encontros, surgidos nos EUA, onde as pessoas preenchem amplos cadastros antes de começar a teclar. O objetivo é traçar o perfil pessoal do eventual parceiro (a) e assim aumentar as chances de encontrar alguém que realmente valha a pena. O cadastro no site é gratuito, mas existe uma assinatura Premium que dá diversas vantagens, como acesso ao chat, aparecer antes nas buscas, saber quem viu o perfil e se comunicar com todos os usuários do site, mesmo com quem não é pagante.

O nome Coroa Metade foi uma grande sacada, por resumir em duas palavras o objetivo do site. Mesmo assim, Gontow só decidiu que esse seria mesmo o nome após pesquisas de opinião em diferentes lugares de São Paulo.

“Vimos que algumas pessoas não queriam ser chamadas de coroas, mas o nome teve 84% de aprovação. Foi a informação que precisávamos para lançar o site. A maioria dos usuários percebe que a palavra metade empresta ao coroa um carinho. Coroa Metade significa parceria, companheirismo, cumplicidade e amor. Resume em duas palavras o objetivo do site e, é claro, remete à conhecida expressão ‘procuro pela minha cara-metade’. Hoje, a moda não é esconder a idade, mas viver com saúde, alegria e qualidade de vida, na idade que se tem”, resaltou.

“Constatamos também, em nossas pesquisas e encontros realizados com grupos que têm o perfil do site, que a idade torna as pessoas mais seletivas. O site ainda é procurado basicamente por homens e mulheres que não têm tempo a perder em encontros sem sentido, mas que ainda acreditam que é possível encontrar a sua coroa metade”, conta Gontow, que completou: “Buscamos garantir aos nossos usuários a oportunidade de conhecer com discrição, foco e privacidade pessoas interessantes, com os mesmos valores e objetivos, para compartilhar a dois os grandes momentos da vida”.

Sobre o surgimento do site

Separei-me aos 43 anos e por dois anos, mesmo não sendo tímido, vivenciei as diversas dificuldades que um homem mais velho passa para encontrar uma nova companheira. A gente já não está mais na faculdade, muitas vezes não tem vontade de frequentar baladas, geralmente não quer se envolver afetivamente com alguém do trabalho. Como casei-me novamente aos 45 anos, deixei esta história “adormecida”.

Há cerca de 13 anos fui a uma festa de amigos que se formaram juntos na antiga oitava série e que não se encontravam há 30 anos. No encontro, vi que 60% dos antigos colegas eram solteiros, viúvos ou divorciados. E nas conversas ouvi muitas queixas do tipo:

Pô cara, companhia para uma noite eu encontro fácil. Mas uma companheira para a vida toda é tão difícil.” e “Faço academia, estou em forma, os homens olham para mim no shopping, em restaurantes…não tenho problema de encontrar um homem que passe um dia, uma semana ou um mês comigo, mas é tão complicado achar alguém que queria uma relação estável com uma mulher que vive com dois filhos.

Voltei para casa pensando em criar alguma coisa para esse público. Aí surgiu a ideia de criar um site de relacionamento. Como existiam muitos, teria de ser um site específico para o público maduro. Mas teria de encontrar um nome que resumisse por si só a proposta do site. Finalmente veio o nome: Coroa Metade, o primeiro site de relacionamento para as pessoas maduras”, explicou Airton Gontow