Esporte  

pider volta em fevereiro ao octógono, contra Derek Brunson

O presidente do Ultimate, Dana White, anunciou através de sua conta no Twitter que Anderson Silva volta a lutar no dia 11 de fevereiro, contra Derek Brunson, no UFC 208, no Brooklyn (EUA). O confronto foi divulgado pelo dirigente e surpreendeu, já que o próprio Spider deu entrevista dizendo que planejava retornar ao octógono em junho, no UFC Rio.

Anderson Silva tem 41 anos e um cartel de 33 vitórias, oito derrotas e um “No Contest” (luta sem resultado). Ex-campeão do peso-médio (até 84kg), ele é o número 7 da categoria e não vence desde outubro de 2012, quando nocauteou Stephan Bonnar, em confronto na divisão dos meio-pesados (até 93kg). Depois disso, perdeu o cinturão para Chris Weidman e voltou a ser derrotado na revanche. Na sequência, bateu Nick Diaz por pontos, mas o combate foi revertido em “No Contest” depois de o brasileiro ser flagrado em exame antidoping. Após cumprir suspensão, sofreu reveses diante de Michael Bisping e Daniel Cormier, ambos por pontos.

Brunson tem 33 anos e possui 16 triunfos e quatro derrotas na carreira. Oitavo da divisão, ele foi nocauteado por Robert Whittaker em seu último compromisso, que encerrou uma série de cinco resultados positivos, sendo os quatro mais recentes por nocaute no primeiro round.