Briga de cachorro grande: Lula e FHC têm o mesmo peso para eleitores paranaenses

Resultado mostra a influência dos ex-presidentes na hora do voto na região Sul

A pesquisa, feita pelo Instituto Paraná Pesquisa, foi publicada no jornal Folha de S. Paulo e mostra o quanto os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva são capazes de influenciar o voto dos eleitores, na região Sul do país.

De acordo com a pesquisa, encomendada pelo PSDB, FHC influenciaria, a favor da candidatura de Aécio Neves, o voto de 33,5% dos eleitores paranaenses; de 37,9% dos catarinenses; e 29,4% dos gaúchos.
Lula, por outro lado, influenciaria a favor de Dilma Rousseff, o voto de 30.9% dos paranaenses; 36,8% dos catarinenses; e de 31% dos gaúchos.

Em fase de tentativa de reabilitação de Fernando Henrique Cardoso, o PSDB comemorou levantamento do instituto Paraná Pesquisas nos três Estados do Sul que mostra o ex-presidente tucano em pé de igualdade com Lula como cabo eleitoral na região.

Segundo a pesquisa, o apoio de FHC a Aécio Neves aumentaria em 33,5% a vontade de votar no tucano no Paraná, em 37,9% em Santa Catarina e em 29,4% no Rio Grande do Sul.

Já o suporte de Lula a Dilma Rousseff poderia levar a votar nela 30,9% dos paranaenses, 36,8% dos catarinenses e 31% dos gaúchos.