Economia

Embarques de frango sobem entre maio e junho

Alta poderia ser ainda maior se a China não tivesse reduzido o volume comprado
Exportações in natura, salgada e industrializada somaram 386,2 mil toneladas (Foto: Divulgação)

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), entre maio e junho, os embarques brasileiros de carne de frango tiveram um leve aumento. Porém, a alta poderia ter sido mais expressiva caso a China, líder das importações, não tivesse diminuído em 10% o volume comprado da proteína brasileira no período, como afirma o Cepea.

Segundo dados da secretaria de Comércio Exterior (Secex) – órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior -, as exportações de carne de frango in natura, salgada e industrializada subiram apenas 1,3% de maio para junho, somando 386,2 mil toneladas.

Especificamente para a China, os embarques brasileiros totalizaram 49,6 mil toneladas. Em receita, declarou a Secex, todas as vendas externas renderam US$ 639,6 milhões, o equivalente a R$ 2,5 bilhões. De maio para junho, a receita em dólar teve queda de 3% e, em Reais, de 6%.