Economia  

Energia solar chega como uma opção para diminuir custos para empresas e comércios em Guarapuava

FOTO: Divulgação

Energia solar chega como uma opção para diminuir custos para empresas e comércios em Guarapuava

Com os altos custos em energia elétrica e os constantes aumentos nas tarifas, está fazendo com empresários e micros empresas busquem alternativas para diminuir as despesas. Uma tendência de mercado está sendo a energia solar, que se projeta como uma das principais fontes de energia do futuro. Diferente do combustível fóssil (que é recurso finito), os painéis solares são uma tecnologia, cuja eficiência aumenta e o valor diminui com o passar do tempo. Para o empresário Dirceu Beló da Panificadora e Confeitaria Pão d’ Mel o programa de energia solar implantado na empresa está sendo uma experiência nova, com a instalação da chamada usina de energia limpa. De acordo com Dirceu o estudo apontou que num prazo de até cinco anos terá todo o investimento de volta. Ele que gastava em média R$ 3 mil/mês na fatura de energia. “No verão a usina produz mais hora/energia que no inverno, isso possibilita de fornecermos o excedente e resgatarmos quando de necessário. Além da poupança em créditos que vamos tendo com a empresa de energia elétrica”, explica o empresário. Ele que emprega atualmente 12 colaboradores e tinha o custo de energia entre os maiores gastos mensais. Ele ressalta a falta de políticas de governo de incentivo aos empresários para investirem em alternativas para baixar custos de produção, mas não acredita que venha ter no mercado futuro equipamentos que produz energia solar com menores custos dos que estão sendo praticado nos dias atuais. Dirceu ressaltou o profissionalismo da empresa Solaris/Energia, na implantação e no apoio técnico, quando necessário.

Energia no campo

A Pousada e Hotel Recanto do Repolho em Foz do Jordão já utilizam a energia solar para alimentar a propriedade. Segundo o empresário, Orildo D’agostini foram investidos cerca de R$ 50 mil e que as sobras já estão sendo fornecidas para empresa de energia elétrica. Ele espera recuperar os investimentos em cinco anos. Dados técnicos apontam que a capacidade de instalações de energia solar aumentou mais de dez vezes nos últimos anos. A energia solar é gratuita e até o momento nenhum governo criou royalties ou impostos para este setor.