Lagoa das Lágrimas transborda e causa transtornos, quando chove, a quem caminha por lá

População reclama da água e do barro em excesso que invadem a calçada e a grama

E não é de hoje, que isso acontece. Mudam as administrações, mas o problema é sempre o mesmo. Basta chover, para a lagoa encher, e a população 'se encher' da situação que sempre se repete. O aguaceiro, provocado pela água, chega até a aumentar o tamanho da lagoa.
 

O belo cartão postal da cidade fica intransitável, quando chove, e as pessoas, que costumam passar pelo local, precisam aumentar, em alguns metros, seu percurso, perdendo minutos preciosos, em alguns casos, para chegar ao seu destino. É o caso de muitos estudantes e trabalhadores que costumam transitar pelo perímetro da lagoa. 'Complicado, né, meu. A gente vem por aqui pra encurtar caminho e tem que ficar desviando [da água e da lama] pra não se sujar', diz Fillipi Diniz estudante. Ele faz o mesmo trajeto, todos os dias, para ir a Faculdade.

A situação se complica quando a pessoa insiste em querer passar e acaba molhando os pés. Como explicar isso para o chefe? Quem tenta contornar a água, acaba pisando no barro. A situação se complica, ainda, mais. Os pés, além de molhados, ficam, completamente, sujos. Flagramos o funcionário público, que pediu para não divulgarmos seu nome, que passa pelo local todos os dias para ir trabalhar, limpando os sapatos na grama. ' A situação é essa que você tá vendo. Pra não se molhar, a gente acaba se sujando', diz o servidor municipal.

A prefeitura, por meio de sua assessoria, disse que hoje, na parte da tarde, uma equipe estará realizando obras, no local, para o escoamento da água e a preveção de futuros problemas. Disse, ainda, que, nos próximos meses iniciará um projeto de revitalização na Lagoa.


('Chove, chuva, chove sem parar'… Os problemas também não. Foto: Luca Soares/ Jornal Extra guarapuava)
 

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA