Abandono de animais em Guarapuava: um problema social

Canil Municipal e SPAG realizam um trabalho contínuo para minimizar o problema, mas todos os dias novos animais são resgatados das ruas

 A situação dos animais de rua em na cidade está cada vez mais delicada, e representa hoje um problema de saúde pública. Cães e gatos sujos, magros, famintos e doentes, muitas vezes invisíveis aos olhos de muita gente, reviram o lixo atrás de comida, transmitem doenças, vivem no relento sob o sol forte ou o frio intenso. São animais que, por um motivo ou outro, foram rejeitados e descartados.

O vereador Aldonei Bonfim, ou Dognei como é conhecido em Guarapuava, trabalha juntamente com a SPAG (Sociedade Protetora dos Animais) e o Canil Municipal para minimizar esse problema. Resgates, castrações, checagem de denúncias de maus tratos, procura por lares temporários e adoções são algumas das medidas adotadas.

 

A Feira de adoção acontece todos os sábados na praça 9 de dezembro

Feira de Adoção

O principal recurso para controlar a população de animais abandonados na cidade, é a Feira de Adoção, que acontece todos os sábados de manhã na rua XV de Novembro, em frente a Praça 9 de Dezembro. Os animais resgatados são castrados e colocados na Feira para que encontrem um novo lar. No ano passado, segundo Dognei, estima-se que 900 cães foram adotados. “Ainda assim, o trabalho de controlar os animais é contínuo e árduo, pois todos os dias novos animais são resgatados das ruas”, diz.

 

 

 

Abandono e maus tratos é crime

Além do abandono, muitos animais também sofrem maus tratos e precisam ser tirados de seus donos. As maiores vítimas de maus tratos são os cães, por serem os animais domésticos mais comuns nos lares. Mas conforme Dognei, casos de maus tratos à cavalos também são muito comuns na cidade. “Esses animais são explorados demais, puxam carregamentos excessivamente sem ferraduras adequadas e muitas vezes sem as condições mínimas, como alimentação e água suficientes”, conta.

Além do abandono de animais, práticas como bater, negar água ou alimento também são consideradas crime perante a lei. Caso você veja ou saiba de maus-tratos cometidos contra qualquer tipo de animal, não pense duas vezes, vá à delegacia de polícia  e denuncie. A Promotora de Justiça permite a denúncia anônima. Mas, para que a denúncia seja realizada, é preciso passar o maior número de informações possíveis em relação ao infrator, como seu endereço residencial ou comercial.

 

 

Novo Canil Municipal

Em breve, muito mais animais terão um novo lar. O novo Canil Municipal está com 70% das obras concluídas. Com 20 baias, o canil terá capacidade para 80 cães, além de ala para visitação e sala pós-cirúrgica. A estrutura nova está sendo construída devido a precariedade e superlotação do antigo Canil.

 

 

Tagged with:     , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA