Simulação de acidente de trânsito chama a atenção para faixa de pedestre

Foto: João Muniz

Os altos índices de acidentes envolvendo pedestres no centro e perímetro urbano preocupa entidades organizadas e serviços de emergências de Guarapuava

Os altos índices de ocorrências, com atropelamento de pedestres em Guarapuava preocupa a comunidade local. Para tentar diminuir os números, algumas entidades organizadas e órgãos públicos estão fazendo ações de conscientização da população para que utilize a faixa de pedestre.

Na última segunda-feira (20), uma nova simulação de acidente de trânsito, em alusão a Campanha Maio Amarelo aconteceu em frente a Faculdade Guairacá. “Mesmo sendo uma cena de simulação, a ação tem um impacto positivo no sentido de orientar as pessoas que façam uso da faixa de pedestres. Neste caso o acidente foi em decorrência do pedestre atravessar fora da faixa, sem muitas vezes prestar a devida atenção”, comentou Celso Luiz Fracaro (69), que foi o motorista que praticou o atropelamento. Rotariano, Celso possui carteira de habilitação há mais de 50 anos. Entre as entidades envolvida estiveram o Conselho Permanente de Educação para o Trânsito (Setran), Associação Comercial (Acig), Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Unicentro, Rotary Clube (Lagoa) e Sest Senat.

Assessoria

A imprudência no trânsito, o uso do celular, entre outros descuidos, vem fazendo com que muitas pessoas sejam vítimas, se envolvendo nos acidentes, com carros e motos. Estatísticas apontam que as pessoas que mais se envolvem em acidentes são geralmente jovens entre 18 e 28 anos.

Embriaguez no volante

A nossa reportagem conversou com o Capitão da PM, Jacson Busnello, sobre a violência no trânsito urbano. “A finalidade da ação foi demonstrar preocupação ao comportamento das pessoas no trânsito. Tanto o motorista como o pedestre precisam estar atentos e vigilantes, para que não se tornem mais uma vítima ou infrator”, chama atenção Busnello.

Questionado sobre os índices de apreensões de pessoas dirigindo com sinais embriaguez, principalmente nos finais de semana, o Capitão Busnello ressalta que só os valores aplicados em multas e apreensões de veículos, não tem sido suficiente para conter os abusos ao volante. “Nota-se que a escolha por praticar uma infração grave ao dirigir embriagado tem sido a opção de algumas pessoas, colocando a vida do própria condutor e de terceiro em risco”, frisou.

O secretário da Setran, Airson Horst, disse que as ações têm como objetivo mostrar os horrores de um acidente e assim fazer a população ter mais consciência. Mais ações serão realizadas, como a Blitz da PM, na Avenida Manoel Ribas, nos próximos dias, e a Contação de histórias no Ciretran, no dia 25.

Tagged with:     , , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA