Saúde

Vereador Pedro Moraes quer que Hospital Santa Tereza preste contas na câmara

Os vereadores da câmara de Guarapuava querem que o administrador do Hospital Santa Tereza compareça à uma sessão na câmara e preste esclarecimentos sobre a atual situação financeira do hospital. Na última semana os funcionários da instituição anunciaram que poderiam entrar em greve novamente devido ao atraso nos pagamentos de salários. No mês passado, a mesma situação ocorreu, mas foi normalizada rapidamente após um pedido de adiantamento de verba por parte do Estado pela deputada estadual Cristina Silvestri. O hospital justifica que as datas de pagamento dos funcionários e a data de repasse dos recursos feitos pelo Governo do Estado não coincidem, o que causa atraso de até 10 dias no pagamento dos funcionários do hospital. No entanto, a justificativa tem se mostrado insuficiente tendo em vista a ameaça de greve de boa parte dos funcionários da instituição. Por fim, os vereadores Pedro Moraes, Terezinha DaiPrai e Maria José querem que o administrador do Hospital Santa Tereza, Francisco Carlos Cogo, preste esclarecimentos à câmara de vereadores sobre a real situação financeira do hospital. O requerimento que será encaminhado ao presidente do Instituto Virmond, responsável pela administração do hospital, Frederico Virmond, será discutido na sessão da câmara de vereadores de Guarapuava nesta segunda-feira (11), a partir das 18h.   NOTA O departamento de jornalismo do Jornal Extra Guarapuava, já em edições anteriores, vem cobrando esclarecimentos da prestação de contas públicas do Hospital Santa Tereza, assim como vem ocorrendo com o Hospital São Vicente de Paulo.