Esporte

Guarapuavano é campeão mundial júnior de tiro esportivo

Leonardo Gomes Lustoza conquistou, na Itália, o título inédito para o Brasil
Leonardo Gomes Lustoza conquistou, na Itália, o título inédito para o Brasil (Foto: Reprodução/Facebook)
(Reprodução/Facebook) Mundial foi no ISSF World Championship Shotgun, em Lonato del Garda

Nessa quarta (03), o atleta de Guarapuava, Leonardo Gomes Lustoza, de 19 anos, conquistou o título do Mundial de Tiro Esportivo, no ISSF World Championship Shotgun, em Lonato del Garda, na Itália. Ele disputou a modalidade fossa olímpica, prova de tiro esportivo, em que o objetivo é disparar sobre um número específico de pratos. De acordo com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), essa é a primeira vez que o Brasil conquista o Mundial júnior na fossa olímpica.

Para o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri, trata-se de uma conquista valiosa e de muito orgulho e admiração para todos os guarapuavanos. “Quando um título de representação mundial vem para nossa cidade, evidencia ainda mais o talento, o potencial que temos. Muito feliz por ver um talento nosso com esse reconhecimento, projetando o nome de Guarapuava para o mundo”, declarou o prefeito.

O Campeonato Mundial de Tiro Esportivo, organizado pela Federação Mundial de Tiro Esportivo, é a principal prova do calendário mundial no ano de 2019. Para chegar ao título, Leonardo enfrentou os cinco melhores atletas juniores do mundo. Na etapa classificatória, o guarapuavano teve 121 pratos quebrados, em 125 lançamentos, alcançando o primeiro lugar.

Segundo informações da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE), o atleta júnior da Fossa Olímpica fez uma excelente etapa qualificatória, com resultado superior aos que ele vem fazendo no Brasil, o que demonstra o grande preparo do atleta de Guarapuava.

Ao terminar em 1º a fase classificatória com excelente score de 121/125, Leonardo conquistou o direito de ir à final, juntamente com mais 5 atletas, representantes da Finlândia, Turquia, Eslovênia, Itália e Cazaquistão. Nessa etapa, toda as pontuações são zeradas e a disputa vai eliminando os atletas, um a um, até restar o campeão. O atleta, apesar de uma penalização discutível, começou muito bem na liderança, quebrando prato a prato, mas foi ultrapassado, mantendo-se sempre entre as 3 primeiras colocações.

Quando o atleta esloveno foi eliminado, ficando o bronze, Leonardo estava um prato atrás de seu oponente, Matias Kidivu, da Finlândia. Mostrando grande preparo psicológico e controle emocional, o atleta manteve a sequência de acertos enquanto seu adversário desperdiçou diversos disparos.

Ao final da competição, o guarapuavano sagrou-se Campeão Mundial Junior, colocando o Brasil no mais alto posto do pódio. Um fato histórico, como confirma A CBTE. Mérito ainda maior para o guarapuavano. “Não tenho palavras para descrever tanta emoção e felicidade. Com toda certeza, é minha maior conquista. Estou muito feliz”, comemorou, Leonardo.