Política

Governo estadual se compromete a não fechar escolas em 2020

Segundo a SEED, matrículas para as turmas de 6º ano serão liberadas no sistema
Participaram da reunião o chefe de gabinete da Secretaria de Educação e Esportes (SEED), Josimar Bochine, os deputados Luciana Rafagnin, Hussein Bakri e Professor Lemos, além de diretores e representantes de 15 escolas do Paraná (Foto: Divulgação)

A deputada estadual Luciana Rafagnin (PT) participou na quarta-feira (06), na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), de uma reunião com o chefe de gabinete da Secretaria de Educação e Esportes (SEED), Josimar Bochine, com o líder do governo, deputado Hussein Bakri (PSD), e com o líder do PT na ALEP, Professor Lemos, além de diretores e representantes de 15 escolas do Paraná com encaminhamento de fechamento.

Nesse encontro, o representante da SEED assumiu o compromisso de que não serão fechadas escolas no Paraná para o ano letivo de 2020 e que deverá ser liberada no sistema da rede estadual a abertura de matrículas para as turmas de 6º ano que não tinham essa autorização ou para as quais já havia decisão anterior de não abrir novas turmas. No entanto, o governo ficou de avaliar o desempenho das escolas ao longo do próximo ano para tomar decisões no futuro a esse respeito.

"Tão logo se confirme no sistema a liberação das matrículas de 6º ano, a comunidade escolar pode respirar mais aliviada. É um avanço diante da preocupação que havia em muitas escolas estaduais no campo e na cidade com o fechamento anunciado por conta da não abertura de novas turmas de 6º ano", disse a deputada Luciana.

Recentemente, a deputada encaminhou dois requerimentos ao governador Ratinho Júnior (PSD) e ao secretário Renato Féder, solicitando que fosse revista a decisão de fechar escolas no Paraná. O líder do governo já havia assumido o compromisso público e pessoal de se empenhar para não deixar que isso ocorresse e foi quem intermediou o encontro de hoje entre os deputados e diretores das escolas com a SEED.