Política

Ex-prefeito de Turvo é denunciado pelo Ministério Público

Além dele, o MP também ofereceu denúncia contra ex-secretário e técnico de informática que excluíram dados de computador para prejudicar sucessor
Promotoria de Justiça requer a condenação dele e dos demais réus por crime de responsabilidade (Foto: Divulgação)

O ex-prefeito de Turvo (que ocupou o cargo de janeiro a novembro de 2013), Antonio Marcos Seguro, foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná (MPPR), por meio da 7 ª Promotoria de Justiça de Guarapuava, responsável pela proteção ao patrimônio público da comarca. 

Segundo o MP, o ex-prefeito teria participado do desvio, e se apropriado, de diversos equipamentos de informática da prefeitura, sendo peças responsáveis pelo sistema de armazenamento de dados do município, como pentes de memória e HDs. Além do então gestor, foram denunciados o ex-secretário municipal de Administração na época e um técnico de informática que prestava serviço para a prefeitura.

Na denúncia, o MP relata que Seguro havia sido afastado do cargo judicialmente pelo Tribunal Regional Eleitoral. Ele teria retirado os equipamentos de alguns computadores do município, apropriando-se deles, de modo a obter vantagem indevida para si e também para prejudicar seu sucessor, que assumiu a prefeitura em dezembro de 2013.

Por esses fatos, a Promotoria de Justiça requer a condenação dele e dos demais réus por crime de responsabilidade (Decreto-lei nº 201/1967) e exclusão de bancos de dados da Administração Pública (Artigo 313-A do Código Penal).

Vale lembrar que, em 2013, Antônio Marcos Seguro (PSD), juntamento com o vice-prefeito, Carlos Schneider (PSDB), foi afastado do cargo, após decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), por suspeita de compra de votos nas eleições de 2012.