Política

Assembleia Legislativa do Paraná aprovou cerca de mil projetos em 2019

Segundo a Casa, esta foi a maior produção de propostas das últimas três décadas
Na última sessão, em dezembro, deputados fizeram um balanço dos trabalhos da Alep (Foto: Orlando Kissner/Alep)

Na última sessão plenária do ano, além de analisar uma pauta com 26 propostas, antes de saírem em férias, os deputados aproveitaram para fazer balanços do período legislativo de 2019.

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB) agradeceu a servidores e aos deputados e lembrou que nunca se produziu tanto em apresentação de projetos de lei, de resoluções, leis complementares, PECs, de mensagens do Governo e em atividade parlamentar.

O primeiro secretário, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB), disse que a economia feita ao longo do ano foi a maior da história da Assembleia: R$ 280 milhões devolvidos ao Poder Executivo.

O presidente da CCJ, deputado Delegado Francischini (PSL) ressaltou que a Comissão por onde passam todos os projetos, também bateu recorde de reuniões e em número de projetos analisados. Ele avaliou que se produziu quantidade com qualidade, lembrando que 38% deles vieram dos parlamentares.

O líder do Governo na Casa, deputado Hussein Bakri (PSD) destacou a parceria que teve durante o ano com o vice-líder, Tiago Amaral (PSB) e agradeceu e elogiou o trabalho dos deputados, fazendo referência aos que formaram a base do Governo, ao decidir os rumos do Paraná. 

O líder da Oposição, Tadeu Veneri (PT) agradeceu servidores, os deputados da bancada, fez críticas e afirmou que, apesar das derrotas ao longo de 2019, pretende se manter firme na missão de fiscalizar os atos do Governo.

A próxima sessão plenária acontecerá no dia 3 de fevereiro de 2020.