Cidadania  

Secretaria comemora Dia da Mulher instituindo o Cram e o Projeto Numape

FOTOS: Assessoria

E os eventos em comemoração ao mês da mulher começaram com força total. Na manhã de ontem quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, em parceria com a secretaria de Administração, organizou diversas atividades no Paço Municipal para as servidoras e convidadas do evento. Cerca de 200 mulheres marcaram presença, onde desfrutaram

Diversos serviços de beleza foram oferecidos para as participantes

de serviços gratuitos como manicure, maquiagem e cuidados como a saúde, como aferição de pressão, teste de glicose, entre outros; além de ginástica laboral, um café da manhã e o bate-papo sobre valores e o que é ser mulher, com a pedagoga e psicóloga Adriana Fátima de Campos. Além de ser o Dia Internacional da Mulher, o dia 8 de março é o aniversário da criação da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres.

Em comemoração ao seu 5º aniversário, a secretaria apresentou dois novos projetos, que prometem ser mais uma ferramenta contra a violência e abuso às mulheres. O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRM), são espaços de acolhimento para mulheres em situação de violência, e tem como objetivo proporcionar atendimento psicológico, social e jurídico às mesmas. “Imaginar e saber, que centenas de mulheres, sofrem diversos tipos de violência, sem chegar ao nosso conhecimento é algo que nos incomoda muito. Um problema que foi omitido várias vezes, mas que hoje podemos dizer que há cinco anos as mulheres têm apoio e com quem contar. Além da proteção, as mulheres guarapuavanas ainda tem atendimentos psicológico, social e jurídico; cursos em diversos setores que proporcionam independência financeira, empoderamento e auto estima. Esses dois projetos lançados hoje, o Cram e Numape vêm para fortalecer todo esse cuidado e assistência as nossas mulheres”, ressaltou a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Priscila Schran.

Espaço próprio

O outro lançamento foi o Núcleo Maria da Penha (Numape), um projeto que nasceu na Unicentro dentro do programa Universidade Sem Fronteiras, e que agora terá um espaço físico para atendimento na própria Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres. O Núcleo proporciona acolhimento e atendimento para as mulheres em situação de violência familiar doméstica que necessitam de proteção e o efetivo cumprimento da Lei Maria da Penha. “Hoje com muito orgulho a Unicentro lança o segundo Numape, que marca a parceria de duas instituições públicas que realizam um trabalho sensível, e proporciona melhores condições as mulheres guarapuavanas.  Firmamos o convênio para que legalmente possa haver este espaço também na secretaria e em contrapartida que todos os envolvidos possam enriquecer seus conhecimentos tendo a experiência de colaborar para uma iniciativa tão nobre”, disse o reitor da Unicentro, Aldo Nelson Bona.

“É de suma importância falar, debater e discutir formas de fortalecer políticas para as mulheres. Aqui em Guarapuava, o que nos distingue dos demais lugares, é a experiência de cinco anos efetivando ações que tem levado as mulheres para esse caminho de empoderamento. Saber que existem em nossa cidade instituições reunidas lutando por essa causa, deixa muito claro o quanto este assunto tem sido tratado com seriedade e prioridade em nosso município. Quando ponderamos sobre políticas das mulheres, nós estamos falando essencialmente em criar uma sociedade equilibrada, em construir uma sociedade mais justa e com menos violência. Temos muito orgulho da nossa secretaria como um todo e vamos continuar investindo e apoiando essa causa tão nobre que são os direitos das mulheres”, afirmou o prefeito Cesar Silvestri Filho.

A Psicóloga Adriana Fatima de Campos foi a palestrante com o tema “Bate papo entre mulheres”