Cidadania  

Quando a Banda passa, um som toca para o coração

Fotos: Noeli Almeida

Banda Municipal de Guarapuava reúne integrantes em um espaço de conhecimento e amizade

 

Músicas executadas com amor em cada nota, é assim que os integrantes da Banda Municipal de Guarapuava cativam a atenção e a admiração do público. Presentes em vários eventos, os músicos trazem nas canções interpretadas, todo o resultado da dedicação e do ânimo pelo que fazem.

Para o Maestro Rodrigo Correia Santos, que está à frente do projeto desde 2013, a Banda tem um papel social muito importante, o de demonstrar novas possibilidades de vida para os jovens que muitas vezes se encontram em situação de vulnerabilidade social. “O objetivo da Banda sempre foi a rede social de jovens e adolescentes. É um contraturno escolar, a princípio é para tirar o jovem da rua, modificar a rotina, incentivar pensamentos bons e talvez até uma nova profissão. Muitos que saíram daqui, hoje são grandes músicos do cenário nacional”.

Bateria, saxofone e flauta são alguns dos instrumentos que desenham a sinfonia perfeita dos anos de luta por um projeto que já transformou a vida de muitas pessoas.

Diversas histórias foram escritas ao longo desses quase 40 anos de existência da Banda e embaladas a sons que compõem enredos inspiradores, como a de Gabriel Gonçalves, 19, para ele, tudo começou com a vontade de realizar o sonho da mãe, que era a de ter um filho músico, o desejo compartilhado mantém Gabriel motivado há nove anos. “É um projeto que me livrou de tudo que existe de ruim lá fora e isso me traz muita alegria hoje, eu sou muito grato à Banda”.

Outro talento da música que faz parte do projeto, é Gabriely Ruth,16, a adolescente toca clarinete, para a menina, se descobrir como musicista foi uma grande surpresa, hoje, ela vê na Banda uma . “A Banda para mim, significa muito. É uma segunda família. Quando eu estou em casa eu quero logo vir para o projeto”.

Maestro Rodrigo é formado pela Banda Municipal de Guarapuava e está no comando do projeto desde 2013

Atualmente, a Banda Municipal de Guarapuava é composta por 65 músicos. Os participantes que iniciam no projeto tem entre 10 e 14 anos mas o projeto não tem uma idade limite para que os participantes deixem de fazer parte da Banda. “Podem participar jovens, de 10 a 14 anos e podem ficar pelo tempo que quiserem”.

As melodias executadas pelos jovens músicos anunciam mensagens felizes ao público, fazem aflorar o poder de quem escreve a própria história com confiança no talento e perseverança no futuro.