Unicentro suspende vestibulares por causa da greve

A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), com sede em Guarapuava, na região central do Paraná, suspendeu os vestibulares de inverno e de verão de 2015 por causa da greve dos professores da rede estadual de ensino. A resolução sobre a suspensão saiu nesta terça-feira (26).
Segundo a Unicentro, a suspensão é temporária. Assim que a greve terminar, e um novo calendário letivo for definido nas escolas, a universidade vai refazer o calendário dos dois vestibulares.
A suspensão foi definida, conforme a Unicentro, para não prejudicar os alunos que estão terminando o ensino médio nas escolas estaduais e que dependem da conclusão da série para ingressar na faculdade.
O Vestibular de Inverno costuma ocorrer em agosto e o Vestibular de Verão em novembro. Ainda segundo a universidade, os candidatos não serão prejudicados porque o período de inscrições para os dois processos ainda não começou.
A Unicentro tem 39 cursos de graduação. O calendário universitário também está suspenso desde o dia 14 de maio por causa da greve dos professores e técnicos-administrativos. A paralisação é motivada pela negociação salarial.

Fonte: http://migre.me/q1zQy

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Unicentro defende direitos dos servidores e a autonomia universitária

Reitoria da Unicentro tentou dialogar com o governo estadual

O reitor Aldo Nelson Bona e o vice-reitor Osmar Ambrósio de Souza, também, participaram das articulações dos últimos dias acerca do recente pacote de medidas proposto pelo Governo do Estado.

Ao lado dos reitores e vice-reitores das demais universidades estaduais paranaenses, Aldo e Osmar se somaram aos debates e embates em Curitiba envolvendo representantes do Executivo, da Assembleia Legislativa e dos servidores públicos.

No encontro, os dirigentes universitários solicitaram mais tempo para os debates necessários acerca da medidas propostas por Richa, e a revisão de dois artigos, que tratam da alteração da divisão de recursos constitucionais de Ciência e Tecnologia e da inclusão das Instituições Estaduais de Ensino Superior (IEES) no sistema de RH Meta4.

Segundo Bona, que é presidente da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp), os reitores pediram a ampliação das conversações sobre alterações propostas no regime de Previdência, no intuito de preservar direitos e recursos conquistados e creditados.

About the author /


Extra


Fatal error: Cannot redeclare kopa_comment() (previously declared in /home/storage/6/2d/73/extraguarapuava/public_html/wp-content/themes/resolution/comments.php:50) in /home/storage/6/2d/73/extraguarapuava/public_html/wp-content/themes/resolution/comments.php on line 108