Lei que obriga estabelecimento a ter “Caixas Especiais” não é cumprida

De acordo com a Câmara, a lei visa a rapidez e segurança no atendimento e promove a inserção social. Além disso, o projeto, também, determina que os funcionários dos estabelecimentos recebam um treinamento para atender as pessoas com deficiência.

Segundo o presidente da Associação de Deficientes Físicos de Guarapuava, José Acir da Luz, a lei é um grande avanço para a cidade, que, ainda, tem alguns problemas em relação à adaptação de espaços para deficientes físicos. "Nos supermercados, a maior dificuldade que nós temos é com a altura do caixa. A atendente fica quase na altura do tórax. A gente precisa passar as compras e, na hora de sair, é preciso dar a volta em todos os caixas para conseguir pegar as compras", comenta.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a prefeitura disse que os estabelecimentos estão sendo vistoriados, e quem não estiver adequado à nova lei, será orientado sobre o cumprimento da mesma. Caso isso não ocorra, o comerciante será multado. Para esses comerciantes, a lei prevê notificação que dará um prazo de 30 dias para a adequação, uma multa no valor de aproximadamente R$ 2,6 mil que pode ser dobrado em caso de reincidência e suspensão do alvará.

O escritório da Associação dos Supermercados do Paraná (Apras), em Guarapuava, foi procurado por nossa reportagem, mas não quis se manifestar.

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Lei Orçamentária Anual prevê investimento de R$284 milhões em Guarapuava

Nesta quinta-feira (25), na Câmara Municipal de Vereadores, a Prefeitura de Guarapuava, através da Secretaria Municipal de Planejamento, realizou uma audiência pública para apresentação da Lei Orçamentária Anual – LOA,  do exercício  financeiro de  2015. “É importante que todos os servidores municipais e a população conheçam o nosso planejamento anual. Estamos construindo uma gestão transparente, onde todos podem ter acesso aos nossos trabalhos, projetos e gastos”, afirma a secretária de Planejamento, Raquel Virmond Rauen Dalla Vecchia.

A LOA é a lei que fixa as despesas e estima as receitas a serem aplicadas, a cada ano, nas ações de governo, de forma a evidenciar a política econômica financeira e o Programa de Trabalho do Governo. Para o ano de 2015, estão previstos um total de R$ 284.838 milhões em investimentos em Guarapuava, divididos entre administração direta e indireta.

Segundo a secretária, a aplicação deste montante abrange programas e ações de todas as secretarias municipais. “Na Secretaria de Saúde, por exemplo, serão investidos R$ 27 milhões em programas como Mamãe Guará, construção de uma clínica do idoso, melhoria na saúde psicossocial (Caps I e II, Caps Ad, Prosam), entre outros. Em Obras, o orçamento prevê a aplicação de R$ 29 milhões em pavimentação, readequação de calçadas e pavimentos já existentes, reurbanização, sinalização, entre outras ações”, explica a secretária.

About the author /


Extra


Fatal error: Cannot redeclare kopa_comment() (previously declared in /home/storage/6/2d/73/extraguarapuava/public_html/wp-content/themes/resolution/comments.php:50) in /home/storage/6/2d/73/extraguarapuava/public_html/wp-content/themes/resolution/comments.php on line 108