José Altamir chega aos 21 anos de luta sindical em defesa dos Trabalhadores Rurais

FOTO: João Muniz

O agricultor José Altamir de Souza, que está no 3º mandato de presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Guarapuava. Falando a reportagem o sindicalista lembra que no município são cerca de 18 mil trabalhadores rurais, mas desde número apenas 300 são associados a entidade. “O Sindicato é base do pequeno agricultor ou assalariado que atua no meio rural. Precisamos fortalecer as relações para estarmos fortalecido na defesa das causas dos nossos trabalhadores”, comenta José Altamir, ressaltando as inúmeras atividades sindicais em apoio aos associados ou não associados, como encaminhamento de aposentadorias, auxílio doenças, para aquisição de recursos junto aos programas de créditos via Pronaf’s.

O sindicalista não vê com bons olhos o projeto de terceirização, da Previdência Social e a reforma da legislação trabalhista. “Acho perigoso está Lei, onde o trabalhador terá que negociar diretamente com o empregador. Como representantes das categorias nós temos dificuldades em negociar, imagina isso para o trabalhador sozinho”, chama atenção. Quanto a mudança de idade para se aposentar, ele defende atual legislação de 57 anos para mulher e 60 anos para o homem. “Existe uma diferença no trabalho do setor rural, com o do urbano. É isso que governo precisa diferenciar, que o trabalhador rural começa atual bem mais cedo”, explicou.

Contribuição sindical

Questionado sobre a contribuição sindical que pode ser extinta, caso o Congresso Nacional aprove as novas legislações trabalhistas, o sindicalista considera perigoso para setor, tendo como consequência a extinção de muitos sindicatos de classes. “Mesmo cobrando as taxas de contribuição os sindicatos enfrentam dificuldades financeiras. Somos nós que fiscalizamos se ocorre abusos ou não contra os trabalhadores. Caso sejamos extintos, quem vai dar este amparo ao trabalhador”, questiona José Altamir, frisando que sem está cobertura das taxas sindicais, ficará inviável trabalho sindical nas cidades do interior do Paraná e do País.

Atuando há mais de 20 anos na vida sindical, ele destaca conquistas importantes para meio rural, como as moradias habitacionais, num projeto que nasceu no setor sindical. Em Guarapuava são dezenas de novas moradias construídas em parceria com a prefeitura e governo federal.

Tagged with:     , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA