Governo estimula parcerias para atender jovens em vulnerabilidade

Foto: Agência Estadual de Notícias

Através do programa Rede Jovem, o Estado, município e sociedade civil atuarão juntos para melhorar os índices de evasão escolar e violência

Criar parcerias entre o governo estadual, municípios e a sociedade civil em prol da proteção de adolescentes que se encontram em situação de alta vulnerabilidade social no Paraná. Esse é o objetivo do programa Rede Jovem, lançado pelo governador Beto Richa nesta terça-feira (8), em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba.

O município vai abrigar o projeto-piloto do novo programa que, enfatizou o governador, se soma a uma série de outras iniciativas do Estado voltadas à juventude. Ele assinou um termo de cooperação com a prefeitura de Almirante Tamandaré para o desenvolvimento de ações conjuntas. “O Rede Jovem abre mais possibilidades para os adolescentes do Paraná. Com esta nova iniciativa, os adolescentes terão ainda mais chances de atingir todo o seu potencial social, econômico e intelectual para se tornarem protagonistas de seus destinos”, disse Richa.

O assessor especial do Governo do Estado para assuntos da Juventude, Edson Lau, explicou que com o Rede Jovem serão elencados, em cada município, indicadores como evasão escolar, distorção idade-série, violência e mortes evitáveis. “Com esses dados buscaremos melhorar os índices, por meio de um trabalho conjunto entre governo, prefeituras e sociedade civil”, disse. “É a primeira vez na história do Brasil que um governo tem uma política pública efetiva com foco na juventude”, afirmou Lau.

EMPREGOS 

O desempenho do governo estadual, com programas como o de apoio ao setor produtivo e o equilíbrio das contas públicas, que permitiu a retomada de investimentos públicos, contribui para ampliar as oportunidades aos jovens.

O governador destacou que o Paraná foi o estado que mais gerou empregos para os jovens de 18 a 24 anos, no primeiro semestre de 2017. Eles participaram com 30% das contratações totais feitas no Estado no período, segundo dados do Ministério do Trabalho. Foram 26.936 vagas, mais que o dobro do verificado em 2016. “Enquanto vemos com tristeza a situação do País. com 14 milhões de desempregados, o nosso Estado tem saldo positivo na criação de novas vagas, todos os meses”, afirmou Richa.

 

 

Tagged with:     , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA