Água, um eterno problema

Ecologia é a palavra da vez. Todos começam a se preocupar com o futuro dos recursos naturais. Está esperando sanção do prefeito Cesar Silvestri Filho um projeto de lei dos vereadores Ademir Fabiane (PSD) e Elcio Melhem (PP), que regulamenta o aproveitamento de águas não tratadas, como as dos rios, fontes, lagos, córregos ou da chuva.

O objetivo desta lei é não usar água limpa e tratada para limpar calçada, lavar o carro ou em descargas de vaso sanitário. Com isso a diferença poderá ser notada desde a conta de água até a redução de enchentes.

“Se todas as casas tivessem um reservatório de 1000 litros, até as enchentes diminuiriam”, afirma o vereador. Mas como nem todos têm o aporte financeiro necessário para instalar um sistema do tipo, definiu-se que apenas imóveis – residências, condomínios, imóveis públicos, clubes, estabelecimentos comerciais e industriais e por construtoras na confecção de obras como casas, edifícios ou outros projetos de infra-estrutura – com mais de 100 m² são obrigados a conter o sistema de captação, filtragem primária, armazenamento e distribuição de águas pluviais para uso no imóvel.

 

Como funciona

O sistema hidráulico é mais simples do que parece, mas deve ser definido já no projeto da construção. A captação da água da chuva, por exemplo é feita pela calha mesmo. De lá fica depositada em um reservatório e passa por uma pré-filtragem, que é a remoção dos resíduos maiores. De lá é só destinar as torneiras que receberão a água não tratada e identificá-las.

Este sistema é separado daquele que recebe a água tratada. Cada um com seus fins.

 

No futuro

Guarapuava é privilegiada por estar sobre milhares de nascentes. O que temos que fazer é preservar, para não chegarmos à situação que grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro chegaram.

Os próximos anos serão decisivos no panorama da ecologia. Os recursos naturais estão começando a faltar e teremos que repensar muitos hábitos. Mas o vereador Ademir acredita que muito do que ouvimos é exagerado, por que “às vezes é importante dar uma assustada, por que o quanto antes começarmos a cuidar é melhor para o futuro”.

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA