PM alerta para circulação de dinheiro falso durante o feriado no Litoral

A Polícia Militar alerta os comerciantes e a população para a circulação de dinheiro falso no Litoral durante o Carnaval. Em função do grande movimento por conta do feriado e da recente soltura de notas falsas na região, a orientação é para que todos tenham cautela, principalmente com as notas de maior valor.

“Geralmente, os golpistas procuram os comerciantes com notas de valor alto com o intuito de trocá-las para obter dinheiro verdadeiro”, explica o subcomandante do 9º Batalhão da PM (9º BPM) e subcomandante Operacional do “Verão Paraná 2015/2016″, capitão Cesar Kamakawa.

Ele acrescenta que nesta época do ano, em que o Litoral recebe um grande número de turistas, os golpistas se aproveitam dessa movimentação nos estabelecimentos comerciais para aplicarem os seus golpes.

VERDADEIRO OU FALSO – De acordo com o oficial da PM, a alguns detalhes das notas ajudam a identificar sua autenticidade. “Há as marcas d’água, o papel, os símbolos, os relevos, entre outras características que podem contribuir em caso de dúvida. Se a dúvida permanecer, a pessoa pode acionar a PM por meio do 190 e que iremos até o local para fazer os encaminhamentos necessários”, destaca o capitão.

O crime de falsificação de moeda está previsto no Código Penal, artigo 289, e a pena pode variar de três anos a 12 anos de reclusão. “É importante o acionamento da PM para a coleta de informações junto aos comerciantes ou ao cidadão que foram vítimas do crime e para o devido encaminhamento dos suspeitos à Polícia Federal ou à Polícia Civil, às quais competem as providências nestes casos”, esclarece o capitão Cesar Kamakawa.

Muitos comerciantes do Litoral já tomam medidas de precaução, como é o caso de Rodrigo Ibanhez, gerente financeiro que trabalha em Matinhos. Ele explica que a empresa conta com um processo de defesa próprio para evitar a entrada de dinheiro falso.

“Procuramos orientar nossos colaboradores, pois é uma prática recorrente, e temos algumas ferramentas que nos ajudam a coibir o recebimento de notas falsificadas, como a máquina com luz neon para diferenciar a nota falsa da verdadeira e uma caneta que deteriora o papel falso e o verdadeiro não”, destaca.

APREENSÕES – No período de 23 de dezembro, início do Verão Paraná, até esta quarta-feira (03), foram apreendidos cerca de R$ 3 mil em dinheiro falso no Litoral. A PM registrou quatro casos semelhantes – dois em Guaratuba e dois em Matinhos.

“Apesar de não haver casos registrados em Pontal do Paraná, é necessário que a população esteja atenta em todas as regiões litorâneas, já que há várias entradas para as praias do Paraná, pelo menos duas pelo nosso Estado e uma por Santa Catarina”, lembra Kamakawa.

GUARATUBA – Nos dois casos de Guaratuba, pessoas interessadas em ingressos para um estabelecimento noturno local repassaram as notas falsas (duas de R$ 100,00) para cambistas, que acionaram a Polícia Militar por meio do 190. Todos foram encaminhados à delegacia, juntamente com as notas apreendidas para verificação.

MATINHOS – Em patrulhamento de rotina, a PM abordou um homem que estava com drogas e 30 notas falsas de R$ 50,00, somando R$ 1,5 mil. Na segunda ocorrência, um casal foi flagrado com R$ 1.875,00 em notas falsas – duas notas de R$ 100,00, outras 33 de R$ 50,00, duas de R$ 10,00 e uma de R$ 5,00. Todos os envolvidos e o material apreendido foram encaminhados à Polícia Federal para as medidas cabíveis.

Saiba como identificar notas falsas no site do Banco Central:www.bcb.gov.br/htms/mecir/seguranca/roteiro.asp?idpai=cedsusp#Alto_Relevo

Tagged with:     , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA