Perigo no trânsito:

Departamento de trânsito alerta para os cuidados com as crianças nas ruas com a volta às aulas

O estresse do dia a dia, somado a rotina de trabalho cansativo, muitas vezes faz com que os pais e motoristas deixem a atenção ao tráfego um pouco de lado. Agora com o inicio da volta as aulas, as crianças acabam se arriscando muito ao atravessar a rua, porque na maioria das vezes passam fora da faixa de pedestres tendo que caminhar entre os veículos em movimento.

O Extra foi até o centro da cidade em horário de pico para acompanhar as saída das escolas e ver de perto esse problema. No Colégio Visconde de Guarapuava que fica na Rua XV de Novembro, notamos muito este tipo de coisa. A multidão de crianças saia do portal lateral do colégio na Rua Brigadeiro Rocha, e se dirigiam até a XV. Alguns iam até os carros dos pais, que estava estacionados em frente ao Colégio, outros atravessavam de forma irregular a rua, fora da faixa, e em alguns casos obrigando os motoristas a reduzir a velocidade para não provocar um atropelamento.

Mas o que surpreendeu, não foi somente o fato das crianças atravessarem a rua indevidamente, mas sim, que em muitos casos, os próprios pais conduzindo as crianças trafegavam de forma indevida.

De acordo com o diretor – geral do Detran, Marcos Traad, o que falta para melhorar o trânsito de Guarapuava e região, é a disciplina que é passada nas aulas teóricas e práticas que o  condutor recebe em autoescola. “Uma criança não tem noção dos perigos do trânsito, ela acredita que sempre vai dar tempo de atravessar, mas o condutor foi treinado para isso, então é ele quem deve ter todo o cuidado e atenção para isso”, enfatiza o diretor.

Crianças se arriscam no horário de pico para cruzar a rua

Crianças se arriscam no horário de pico para cruzar a rua

 

 

 

 

Mas não é somente o condutor precisa ter esse cuidado, os pais também, um adulto responsável compreende que existe uma faixa, uma sinalização, e esta precisa ser respeitada para que tudo corra bem no trânsito. Até porque a lei de que no trânsito você precisa cuidar de si e do outro, não serve apenas aos motoristas, o pedestre precisa sim estar atento na hora de atravessar a rua, pois nunca se sabe em qual velocidade e de que forma o veículo poderá estar vindo.

Um exemplo simples, mas que pode ilustrar bem situações de atropelamentos nas vias de escola, é o ato de dirigir e falar ao telefone, ou ainda dirigir e se maquiar, ou comer enquanto dirigi, até mesmo se estiver conversando com o passageiro pode se distrair, e então em segundos uma fatalidade pode acontecer. Então atenção condutores, pais, e pedestres todo cuidado no trânsito é pouco.

Tagged with:     , , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA