Operação Independência: a PRF registrou 92 mortes em acidentes nas estradas federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 11 mortes durante seis dias de Operação Independência no Paraná, entre a última terça-feira (6) e domingo (11). Outras 163 pessoas ficaram feridas. Houve 172 acidentes. Durante a operação, a PRF flagrou 102 motoristas dirigindo sob o efeito de bebidas alcoólicas, 513 executando manobras irregulares de ultrapassagem e 5,1 mil imagens de veículos acima da velocidade máxima permitida.

Um desses carros foi flagrado na tarde de quarta-feira (7) a 162 km/h na Avenida Colombo (BR-376) em Maringá. O limite máximo sinalizado para aquele local é de 60 km/h. Os policiais rodoviários federais flagraram ainda 33 crianças sendo transportadas sem cadeirinha ou equipamento de retenção adequado à idade. No total, 217 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF, por diferentes irregularidades.

Entre os dias 6 e 11 de setembro de 2015, a PRF havia registrado 15 mortes no Paraná, 225 feridos e 220 acidentes. Ao contrário do ano passado, o feriado de Sete de Setembro da última semana não foi prolongado na maioria das cidades paranaenses.

Perfil dos acidentes

Cinco das 11 fatalidade em acidentes ocorreram em colisões frontais. Duas das vítimas eram ciclistas e outras duas, motociclistas. Dos 11 óbitos, nove foram registrados durante o período noturno. Não houve nenhuma morte em atropelamento, nem em colisões frontais durante o dia, fato que pode estar relacionado com o uso do farol baixo em rodovias.

Mesmo com a exigência provisoriamente suspensa pela Justiça Federal, a PRF tem observado que a maioria dos motoristas está seguindo a recomendação favorável ao uso da luz baixa mesmo durante o dia.

Entre as causas dos acidentes com mortes, apontadas pelos policiais rodoviários federais que atenderam as ocorrências, estão velocidade incompatível, ultrapassagem indevida, falta de atenção, ingestão de álcool e desrespeito à sinalização. Em pelo menos uma das ocorrência, a vítima morta não usava cinto de segurança e foi ejetada do veículo.

O acidente mais grave foi registrado pela PRF na BR-369, em Santa Mariana, norte do Paraná, na noite de domingo (11). Três pessoas morreram e quatro ficaram feridas. Um automóvel ocupado por dois homens executou uma ultrapassagem proibida, invadiu a faixa contrária e colidiu frontalmente contra outro carro, dirigido por uma mulher. Todos os três morreram no local. Outros dois carros foram atingidos, na sequência. Um deles era ocupado por um casal de idosos, que foram socorridos com lesões graves.

Tagged with:     ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA