OLHO NA CÉDULA: Apreensão de notas falsas dobra em Guarapuava

A circulação de notas falsas em Guarapuava não para. Entre as apreensões, a polícia encontrou um maço com notas de cem reais, todas falsas, no Bairro Industrial. Se valessem, o valor chegaria a R$ 2,5 mil. Quatro homens foram presos, suspeitos de falsificação. Outras duas ocorrências do mesmo tipo forma registradas na cidade.

Em outro caso, dessa vez na Vila Carli, a proprietária de um bar foi lesada com uma nota de R$ 100 falsa. O repasse foi feito por um jovem de 25 anos. Na hora que recebeu a cédula, a comerciante desconfiou da falsificação, mas acabou pegando, diante insistência do rapaz, que garantia ser verdadeira. Como era, a mulher foi no amanhecer do dia a outro estabelecimento, que confirmou a adulteração. O jovem foi preso e encaminhada à Polícia Federal, mas a identidade não foi revelada.

O comerciante José Carlos Sovrane afirma que já registrou duas vezes em bancos o recebimento de notas falsas. “Você recebe a nota no seu caixa, faz o troco e, quando vai ver depois, é falsa”, lamenta.

INTERNET

Algumas pessoas têm vendido as notas falsas, inclusive, pela internet. Muitas delas, afirma a PF, têm os mesmos números de série – nas verdadeiras, não há nenhuma repetição. Ao todo, são apenas nove registros diferentes. As mais vendidas, na web, são as de R$ 20, R$ 50 e R$ 100.

Os valores ofertados variam entre R$ 1.000,00 falsos por R$ 200,00 verdadeiros, R$ 1.800,00 falsos por R$ 300,00, R$ 2.800 falsos por R$ 400,00, R$ 3,800 falsos por R$ 500,00, ou ainda R$ 4.800,00 falsos pelo valor de R$ 600,00 verdadeiros.

Na postagem que oferece as notas falsas, o vendedor ainda enfatiza que as cédulas passam no teste da caneta e da luz ultra violeta.

CRIME

Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime previsto no artigo 289 do Código Penal.

Quem falsificar, fabricando ou alterando, moeda metálica ou papel-moeda de curso legal no país ou no estrangeiro pode pegar pena de reclusão de três a doze anos e multa. O repasse das cédulas falsas também é considerado crime.

De acordo com a Polícia Federal de Guarapuava, o correto a se fazer caso tenha pego uma nota falsa é retornar ao local onde foi pega a nota (caso saiba) e chamar a polícia.

Tagged with:     , , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA