Nomes de sem terra mortos em Quedas do Iguaçu são divulgados

Na tarde da última quinta-feira (7), um confronto entre a polícia militar ambiental e o MST (Movimento Sem Terra), em Quedas do Iguaçu, ceifou a vida de duas pessoas. Na ocasião, os sem terra Vilmar Bordim, 44, natural de Francisco Beltrão e Leomar Bhordak, 25, de Três Barras do Paraná, foram atingidos e não resistiram. Vilmar era casado e tinha três filhos. Leomar deixa mulher grávida de nove meses.

Os corpos, que se encontram na Delegacia de Polícia de Quedas do Iguaçu, ainda não foram liberados. O velório acontecerá no acampamento D. Tomás Balduíno, a partir das 14h.

O confronto

O caso envolve versões que se divergem. De acordo com o MST, os sem terra foram surpreendidos pelos policias e seguranças particulares. Já segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), em nota divulgada ontem, os policiais militares foram vítimas de emboscada ao atender suposto incêndio ambiental na localidade da Fazendinha.

Além dos dois mortos, outros sete ficaram feridos e dois foram detidos para depor e já foram liberados.

A invasão

Atualmente, cerca de 2.500 famílias vivem na região. A invasão começou em 2014, quando a fazenda de reflorestamento foi invadida por centenas de famílias. O clima na região é tenso e a titularidade da área vem sendo disputada na Justiça.

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA