Gangues disputam território no Xarquinho

 

José Roberto Padilha de Araujo, vulgo rato, foi uma das quatro vitimas da semana da disputa por território das gangues “firmeza” e “biras (ou os manos)”, que se escondem nos bairros Industrial e Xarquinho, à beira da PR 466, em Guarapuava.  “Rato” era da “firmeza” e estava dentro do ônibus urbano quando foi assassinado a tiros na quarta-feira, 28, por integrantes dos “biras (ou os manos)”.

A prefeitura da cidade junto com uma banda de músicos oriundos da Itália (Gen Roso) preparava uma ação social para ser desenvolvida no Xarquinho visando justamente amenizar a questão social e de violência vivida pelo bairro. As mortes da semana, porém, levaram ao cancelamento do workshop que estava programado para ser realizado com jovens do bairro na tarde da quarta (28) e quinta (29) e os músicos fizeram apenas as apresentações previstas para o ginásio de Esportes Joaquim Prestes. Também as aulas foram suspensas na tarde de quarta-feira.

  • (Essa e outras notícias na edição da próxima terça-feira do Jornal Extra Guarapuava. Procure seu exemplar)
Tagged with:     , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA