Engenheira aposta em flor para acabar com mosquito da dengue

As doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti têm causado preocupações aos brasileiros e aos órgãos mundiais de pesquisa e saúde. Para reduzir a incidência dos mosquitos, a engenheira agrônoma Cinthya Cominesi, da Associação Clube Amigos da Terra de Sorriso, apostou em uma solução natural e simples: a planta Crotalária.

A ideia surgiu após um congresso de produtores rurais, em que outros profissionais compartilharam com Cinthya experiências bem sucedidas no uso da crotalária para reduzir a incidência de mosquitos na criação de gado. Munida da informação, a engenheira voltou para Sorriso, MT, com a proposta de testar a eficácia da planta na mitigação do Aedes aegypti.

No último ano, o projeto idealizado pelo Clube Amigos da Terra visitou propriedades de produtores rurais do município mato-grossense distribuindo mudas da planta e também conscientizando-os sobre os cuidados com a limpeza e manutenção dos terrenos, com o intuito de eliminar possíveis criadouros.

A lógica por trás do uso da crotalária é simples. A flor atrai libélulas, insetos com hábitos semelhantes ao dos mosquitos. Ambos colocam ovos em locais com água parada. No entanto, as libélulas se alimentam dos próprios mosquitos, bem como de seus ovos e suas larvas.

A ideia é atrair um predador natural para reduzir a incidência e exterminar a reprodução de mosquitos transmissores de doenças. Além do trabalho de conscientização feito com os produtores rurais, os agentes de saúde também colaboram com a distribuição gratuita das mudas de crotalária a toda a população de Sorriso.

Ciclo Vivo

Tagged with:     ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA