Agentes da Sanepar realizam serviços socioambientais em Guarapuava

Foto: Assessoria

Trabalho faz parte das obras de ampliação do sistema de coleta de esgoto na cidade

Agentes a serviço da Sanepar estão em campo para orientar os moradores sobre as obras de esgoto que estão ocorrendo em Guarapuava. O objetivo, além de informar, é explicar para a população os procedimentos necessários para a correta interligação do imóvel na rede de coleta de esgoto da Sanepar. O trabalho será feito até agosto de 2018.

O serviço socioambiental, como é chamado esse trabalho, é feito em paralelo às obras de esgoto e composto de várias etapas. Num primeiro momento, são feitas reuniões comunitárias e abordagens de sensibilização de casa em casa para informar sobre as obras que estão sendo feitas e os benefícios que elas trazem aos moradores.

Depois dessa primeira abordagem, os agentes voltam até o imóvel para orientar quanto à forma correta de fazer a ligação de esgoto. Todos os moradores beneficiados pelas obras passam pelo mesmo processo.

Assim que o imóvel for interligado à rede, os agentes ambientais retornam mais uma vez às casas para fazer a vistoria. Se tiver alguma correção a ser feita na interligação, o proprietário tem prazo de 30 dias para adequar o imóvel.

É importante que os moradores que estão sendo beneficiados pelas obras em andamento no município fiquem atentos. Os agentes socioambientais estão sempre uniformizados, usam crachás e carros identificados com adesivos que informam estar a serviço da Sanepar. Em caso de dúvida, o morador deve entrar em contato pelo telefone de atendimento ao cliente Sanepar, 0800 200 0115, que funciona 24 horas por dia. Esta ligação é gratuita. Ou ligar para o telefone 3621-1725, da Unidade de Serviço de Educação Socioambiental na região de Guarapuava.

“Para cumprir com sua finalidade, o sistema de coleta e tratamento de esgoto depende que cada cliente faça a sua parte dentro das normas e orientações técnicas. Isso traz benefício ao morador e ao meio ambiente”, explica o gerente da Sanepar na região de Guarapuava, Evandro Marcos Dalmolin.

LIGAÇÃO CORRETA

Entre as orientações a serem seguidas para a correta ligação, estão medidas bem simples. O esgoto que sai da pia de cozinha e da churrasqueira deve passar pela caixa de gordura antes de chegar à rede da Sanepar. Cabe lembrar que somente a água servida pela Sanepar deve retornar à rede de esgoto.

Não se deve misturar o esgoto com a água da chuva, de acordo com o que estabelece o Decreto Estadual nº 5.711, de 05 de maio de 2002 (Código de Saúde do Paraná). “Esse documento diz que é vedada a ligação de águas pluviais ou resultantes de drenagem à rede coletora de esgoto sanitário, e que todos os proprietários de imóveis urbanos são obrigados a executar as obras necessárias ao pronto escoamento da água da chuva que possa se acumular no terreno. Portanto, não é permitida, em hipótese alguma, sua drenagem à rede coletora de esgoto”, explica o gestor socioambiental da Sanepar Ricardo Borges.

Na rede da Sanepar, só deve ser lançado o esgoto. Se a água da chuva for canalizada para a rede coletora, pode haver sobrecarga na tubulação e o esgoto vai retornar para dentro de algum imóvel, normalmente pelo vaso sanitário.

O cliente que ligar a água da chuva à rede de esgoto, ou lançar esgoto na galeria de água pluvial, pode ser autuado pela Vigilância Sanitária e terá que corrigir a irregularidade e, ainda, pagar multa. A água das calhas deve ser encaminhada para a galeria de água pluvial, instalada pela Prefeitura.

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA