Colunista: Na semifinal. Por Márcio Nei Santos

Com a vitória de 4×0 sobre o União de Nova Fátima, o Batel garantiu a classificação antecipada às semifinais do Campeonato Paranaense de Futebol Profissional (Terceira Divisão). O Rubro-Negro soma 14 pontos (quatro vitórias, dois empates e uma derrota) e já não pode ser alcançado pelo quinto colocado, o Sport Campo Mourão (nove pontos).

Na última rodada da primeira fase, o time guarapuavano enfrentará o Grecal, na próxima quarta-feira (8), em Campo Largo. Mesmo classificado, o Batel vai em busca de mais uma vitória para ficar nas primeiras colocações e ter a vantagem de decidir em casa o segundo jogo da semifinal, que garante o acesso à segunda divisão, em 2018.

Fora da LNF?
A crise financeira, que vem assolando o Clube Atlético Deportivo (CAD) nas últimas temporadas, pode ter uma consequência drástica: a desistência da disputa da Liga Nacional de Futsal (LNF). Pelas redes sociais, o supervisor do clube, José Valter Liberato, postou as seguintes indagações: “Até que ponto é importante para Guarapuava ter um time na Chave Ouro e na LNF? Até que pontos as pessoas querem isso? Até que ponto as grandes empresas valorizam isso? Até q ponto vale a pena sonharmos tanto e lutar tanto, se não conseguimos convencer que, para grandes conquistas, para termos grandes atletas, precisamos de grandes investimentos?”

Informações de bastidores dão conta de que, neste mês, o CAD (que amargou a última colocação na LNF 2017) teria que apresentar à Poker (detentora da franquia) o projeto para a temporada de 2018. Caso contrário, a empresa de material esportivo procuraria outro clube para a disputa da competição nacional.

Com a mão na taça
Após um período de muita apreensão para os torcedores do Corinthians, a equipe alvinegra fez as pazes com a vitória e bateu seu maior rival, o Palmeiras, por 3×2. Com a vitória o líder do Brasileirão chegou a 62 pontos (6 a mais que o Santos, que assumiu a vice-liderança). Além disso, garantiu matematicamente a vaga para a Libertadores 2018 e aparece, segundo o matemático Tristão Garcia, com 85% de chances de ser campeão.

G-9?
O Brasil poderá ter um número recorde de clubes na Copa Libertadores, em 2018. Neste ano foram oito equipes e, no ano que vem, poderão ser nove brasileiros na competição. Isso acontecerá se o Grêmio superar o Lanus (ARG) na final da Libertadores e se, na Copa Sul-Americana, o Flamengo conquistar o título.

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA