Conectividade e inovação: um negócio visionário

Até pouco tempo, a responsabilidade de acompanhar o que acontecia nas redes sociais era dada a um estagiário ou a um freelancer. Ou seja, nada estratégico, puro operacional e praticamente sem chances de negócio. Mas o cenário mudou e, em seus 5 anos de experiência com jornalismo de web, Caio Budel percebeu uma oportunidade de negócio ligada às mídias digitais. Há 5 meses, o então social media tornou-se empresário e criou a TREND, uma agência digital que trabalha a imagem de empresas, marcas ou pessoas públicas no ambiente digital.

EXTRA – Para abrir uma empresa é necessário ver oportunidades. Como isso aconteceu com seu negócio?

A ideia da empresa surgiu depois de um estudo explanatório com empresas da cidade que trabalham com duas características principais: ou não tem nenhum tipo de preocupação com a sua presença na web, ou, quando possuem essa preocupação, se utilizam de uma linguagem que, na maioria das vezes, não desperta interesse do seu público. Essa foi a observação inicial para abrir a empresa. O nosso trabalho difere do de uma agência de publicidade por não prestarmos serviços em ambientes offline.

EXTRA – Hoje a empresa está em crescimento. Mas, no início, muitos empreendimentos passam por dificuldades. Isso aconteceu com você?

Minha empresa está crescendo. Em poucos meses de atuação, já estamos com clientes grandes que, inclusive, não são apenas de Guarapuava. No começo, acho que de modo geral, a dificuldade sempre está relacionada a logística, local para atuação e investimento inicial. Mas com planejamento, estes pontos são superáveis. O mais difícil sempre é o primeiro passo.

EXTRA – Mas nem só de dificuldades vive uma empresa. Qual foi seu maior sucesso?

Ver nosso trabalho em ambientes digitais dando resultado, alcançando e movimentando pessoas na web é o nosso sucesso diário. Não consigo considerar, atualmente, um único trabalho como um grande sucesso. No nicho que estamos inseridos, é quase um trabalho de formiga para reformular ou criar do zero a imagem de determinado cliente, mas, quando a imagem dele, mais humanizada, começa a se espalhar na web, com certeza, nós sabemos que nosso trabalho está sendo bem executado. E isso é satisfatório.

EXTRA – Qual é a política de funcionários?

Como a TREND é relativamente nova no mercado, ela ainda funciona quase que no formato “eupresa”. Trabalho com mais uma pessoa realizando planejamento e produção de conteúdo para os nossos clientes.

EXTRA – Quais são seus planos, metas e desafios? E qual sua dica para quem pretende empreender?

Se o negócio continuar crescendo, a ideia é mudar a categoria da empresa para podermos expandir nossos horizontes. Antes de abrir qualquer empreendimento, o ponto principal é ter uma percepção inicial se seu serviço se adequa ao ambiente em que você está inserido e se seus clientes em potencial são receptivos para o seu trabalho. Se as respostas para essas duas questões forem positivas, já é meio caminho andado. Muito se fala hoje em dia em mercado saturado, principalmente na área de comunicação, mas uma coisa é certa: nunca faltam pessoas ou empresas em potencial para se interessarem no seu produto ou serviço.

EXTRA – Você avalia que seu ramo é atual e tem grande potencial para crescer ainda mais?

O mercado de comunicação cresce cada vez mais e, nesse mesmo sentido, o interesse das empresas em comunicação também. Na área digital, exclusivamente, os trabalhos de comunicação vêm ganhando cada vez mais destaque. Instituições com visão já perceberam a necessidade de estarem inseridas e consolidadas em canais da web, e isso vem se tornando um pensamento cada vez mais comum, o que garante o crescimento de trabalhos nesta área por um bom tempo.

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA