Em confronto direto, Atlético joga bem fora de casa, mas perde para o Santos

O Atlético jogou como nunca fora de casa, mas deixou o campo derrotado. Diferentemente do que aconteceu nas últimas rodadas como visitante, o Rubro-Negro realizou uma ótima partida, encarou o Santos de igual para igual durante os 90 minutos e perdeu o confronto direto por uma vaga na Libertadores por 2 a 0.

O primeiro gol santista saiu aos 30 minutos do primeiro tempo. Vecchio recebeu o passe na frente do gol, foi derrubado por Weverton e a arbitragem assinalou a penalidade máxima, que foi convertido por Ricardo Oliveira. Já na segunda etapa, Paulinho aproveitou cruzamento na área e marcou de cabeça.

Com o resultado, o Furacão perde mais uma oportunidade de encostar novamente no G4 e não consegue a terceira vitória consecutiva. A equipe atleticana tem pouco tempo de descanso e já volta à campo na próxima quarta-feira (05), às 19h30, contra a Chapecoense, na Arena da Baixada.

Atlético é melhor no primeiro tempo, mas sai atrás

Em relação ao último jogo, o técnico Paulo Autuori mudou apenas uma peça com a entrada de Hernani no lugar de Pablo. Entretanto, o esquema ficou mais ofensivo no 4-1-4-1 e Hernani e Matheus Rossetto armando junto com Lucas Fernandes e Lucho González.

Na nova formação, o Rubro-Negro dominou boa parte da etapa inicial e teve boa chance aos 14 minutos em chute forte de Otávio que Vanderlei espalmou para escanteio. Porém, no único erro da defesa atleticana, o Santos saiu na frente. Aos 30, Vecchio caiu na área após dividida com Weverton e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Ricardo Oliveira deslocou Weverton e abriu o marcador.

Santos marca mais uma vez

Logo aos três minutos, o Atlético teve sua grande chance para chegar ao empate. Hernani cobrou a falta com muita categoria e a bola caprichosamente bateu no travessão. Na sequência do lance, o Santos armou rápido contra-ataque, Weverton salvou o chute de Thiago Maia e Lucas Lima não conseguiu concluir em gol.

Precisando do empate, Autuori colocou Marcos Guilherme e Luan para deixar a equipe com fôlego novo, porém, foi o Santos quem marcou. Aos 38 minutos, Rafael Galhardo erra na saída de jogo, Renato cruza a bola na área e Paulinho manda de cabeça para o fundo das redes. O Furacão teve a chance de descontar já nos acréscimos, mas Luan se enrolou sozinho e não finalizou em gol.

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA