Secretaria da Educação apela para que estudantes não prejudiquem o Enem

A secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres, faz um apelo aos estudantes das invasões para que liberem pacificamente as escolas e permitam a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcadas para os dias 5 e 6 de novembro. Se as unidades permanecerem ocupadas, 72 mil estudantes serão prejudicados.

“Peço que todos, pais, estudantes e comunidade, pensem com critério neste momento e vejam que os alunos estão sendo os grandes prejudicados”, disse Ana Seres.

O pedido da secretária reforça o apelo já feito pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, para que as escolas sejam desocupadas até o dia 31 de outubro, próxima segunda-feira. Segundo o Ministério da Educação, dos 682 locais que terão o Enem no Paraná, 145 estão ocupados. Como a realização da prova fica a cargo do Ministério da Educação, o ministro já alertou que os estudantes que fazem a prova nas escolas invadidas terão que fazer os exames em outra data, ainda a ser definida.

“Não queremos que nossos estudantes sejam mais afetados do que já foram, pois cerca de 460 mil alunos da rede pública estadual estão sem aula neste momento devido às ocupações, às vésperas do Enem e dos vestibulares”, afirmou a secretária Ana Seres.

DEBATE ABERTO – “Como educadora, o que mais lamento é perda de conteúdo e eventuais hostilidades entre grupos de posturas diferentes dentro das escolas. Isso é desnecessário”, afirmou. A secretária reforça que o próprio Ministério da Educação já informou que serão feitas conferências sobre a reforma do ensino médio.

“E o Paraná, mesmo já tendo realizado seus seminários, vai estimular e dar todo o suporte para que esse tema continue sendo debatido dentro das escolas neste e no próximo ano”, garantiu.

Com: AEN 

Tagged with:     , , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA