“Parque Escola” integra alunos com a natureza

O programa é uma iniciativa da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Guarapuava, e tem como principal objetivo a educação ambiental

 

O Parque das Araucárias é um espaço de conservação ambiental em Guarapuava, onde podem ser encontradas diversas espécies de plantas como a araucária, a imbuia, e a canela, além de animais, como o serelepe, a gralha picaça e o gato mourisco. Para que mais pessoas possam conhecer e aprender sobre tudo o que acontece no Parque, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente em parceria com a Secretaria de Educação criou em 2013, o Parque Escola. O objetivo do programa é promover a conscientização dos alunos através de palestras específicas sobre biodiversidade, resíduos sólidos, e mata com araucária, e também trilha interpretativa e gincanas.

Na última semana, os alunos do 7º Ano do Colégio Estadual Professor Amarílio visitaram o parque. A professora Tereza Cristina Romanichen, que veio acompanhar a turma, achou a iniciativa muito interessante, porque propõe um maior envolvimento dos alunos com o meio ambiente. “Nós sabemos que só atividades em sala não são suficientes, precisamos de algo mais. Essa integração faz com que os alunos tenham mais consciência sobre o que prejudica a natureza, além de aprimorar o conhecimento da flora e fauna local”, disse.

Para o aluno Luiz Henrique Lemos Medina, de 12 anos, o passeio é bem produtivo. “Eu já tinha vindo aqui várias vezes com a minha família, mas não conhecia todo o parque. Acho um espaço bem interessante para passear e olhar a natureza”, completou o estudante.

Os alunos participaram de explicações didáticas de como funciona o meio ambiente, caça ao tesouro, concurso de desenho, adivinhações e depois foram visitar o Museu de Ciências Naturais presente no parque. “Em outras cidades as áreas de conservação ficam longe da cidade, mas o nosso parque fica no perímetro urbano. Por isso decidimos aproveitar essa proximidade e abrir para a participação das escolas promovendo a educação ambiental”, ressalta a bióloga da Secretaria de Meio Ambiente, Maristela Ferreira.

“Aqui temos espécies que já não encontramos tão facilmente, o que nos ajuda a explicar como nossas ações podem afetar a natureza. Temos que cuidar para que as áreas protegidas permaneçam como estão, através de mudanças de atitude no nosso dia a dia”, finaliza Maristela.

O Parque Escola funciona de terça a sexta-feira, e para participar, os professores precisam reservar um horário na Secretaria de Meio Ambiente. O programa atende estudantes de toda a rede de ensino de Guarapuava.

Tagged with:     , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA