Cursos da Unicentro se destacam no Guia do Estudante

No início da semana, o Guia do Estudante, da editora Abril, avaliou os cursos das universidades paranaenses. Dez cursos das universidades estaduais do Paraná receberam a nota máxima (5 estrelas) e 94 são considerados muito bons na avaliação do Guia. A publicação da Editora Abril é uma referência importante, principalmente para quem vai prestar vestibular e costuma utilizá-lo como uma ferramenta de consulta na hora da escolha do curso. A edição de 2016 estará nas bancas a partir do dia 14 de outubro.

Na Unicentro foram avaliados 30 cursos no GE 2016. Administração dos Campus Guarapuava e Pitanga; Agronomia; Geografia; Pedagogia de Campus Guarapuava e Irati; Engenharia Florestal; Psicologia e Turismo mantiveram a mesma pontuação de 2015, obtendo a nota quatro estrelas, assim como o curso de Secretariado Executivo. Os outros 20 cursos atingiram a nota três estrelas.

No total, foram avaliados 194 cursos das Instituições de Ensino Superior do Paraná na 26ª edição do GE, cujas informações classificam os cursos em excelentes (5 estrelas), muito bons (4 estrelas) e bons (3 estrelas).

Outras instituições

A Universidade de Londrina (UEL) foi a instituição, dentre as universidades estaduais, que mais teve cursos avaliados com o conceito cinco estrelas na última edição do Guia Estudante. Ao todo foram cinco cursos que receberam 5 estrelas – Enfermagem, Farmácia, Pedagogia, Secretariado Executivo e Ciências Sociais.

Além dos cinco com nota máxima, a UEL teve 25 graduações consideradas 4 estrelas – Administração, Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Arquivologia, Artes Cênicas, Biblioteconomia, Biomedicina, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Relações Públicas, Design de Moda, Design Gráfico, Direito, Educação Física, Engenharia Civil, Fisioterapia, Geografia, Medicina, Medicina Veterinária, odontologia, Psicologia, Química, Serviço Social e Zootecnia.

Na Universidade Estadual de Maringá (UEM), três cursos obtiveram a pontuação máxima – Agronomia, Psicologia e Zootecnia (Maringá). No total, o guia classificou 42 cursos da UEM. Além das três graduações com cinco estrelas, 23 receberam quatro estrelas e 16 ficaram com três estrelas. Obtiveram quatro estrelas, os cursos de Ciências Contábeis (Cianorte), Pedagogia (Cianorte), Engenharia Agrícola (Cidade Gaúcha), Biotecnologia e Bioquímica, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis (Maringá), Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia Química, Farmácia, Física, Geografia, Matemática, Medicina, Odontologia, Pedagogia, Química, Sistemas de Informação e Agronomia (Umuarama).

Na região oeste do Paraná, a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) recebeu o conceito cinco estrelas em dois cursos: Engenharia Agrícola (Cascavel) e Secretariado Executivo (Toledo). Já 17 cursos obtiveram o conceito quatro estrelas, Administração, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Farmácia, Fisioterapia, Pedagogia (Cascavel); Ciências Econômicas, Engenharia de Pesca, Serviço Social (Toledo); Pedagogia, Turismo (Foz do Iguaçu); Pedagogia, Geografia (Francisco Beltrão); Agronomia e Zootecnia (Marechal Cândido Rondon). Ao todo, a Unioeste teve 30 cursos avaliados.

Na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) 24 cursos foram avaliados. Quinze cursos receberam o conceito quatro estrelas. Os cursos são Administração, Agronomia, Ciências Biológicas, Direito, Engenharia de Materiais, Engenharia de Software, Farmácia, Física, Geografia, História, Jornalismo, Odontologia, Pedagogia, Serviço Social e Turismo. Já os cursos de Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia de Alimentos, Medicina e Química receberam conceito três estrelas.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

A publicação, que chega às bancas dia 14 de outubro, avalia somente cursos de bacharelado ou bacharelado e licenciatura. Para entrar no sistema de avaliação o curso ainda precisa ter turma formada há, pelo menos, um ano. Obedecidos estes critérios, os profissionais do GE contam com a ajuda de professores e coordenadores de cerca de três mil faculdades para atribuir os conceitos às graduações.

Antes disso, um questionário é enviado para os coordenadores de cada curso. Esse questionário é composto por 15 questões com temas relativos ao corpo docente, produção científica, instalações físicas, entre outros.

Tagged with:     , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA