Confira o perfil dos candidatos do vestibular da Unicentro

Cerca de 5,2 mil estudantes participaram das provas do Vestibular 2017 da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), que aconteceu no último domingo e segunda-feira. De acordo com a instituição, os dados socioeducacionais dos inscritos no revelam que jovens com até 20 anos são maioria (81%), assim como os solteiros (mais de 92%). As mulheres estão inscritas em maior número, somando 63%. Os motivos que levaram cerca de 69% dos inscritos a prestar vestibular na Unicentro são: “por ser pública, satisfaz as condições socioeconômicas da família” e “é a que oferece o melhor curso pretendido”.

Ainda pode ser destacado que a maioria dos estudantes inscritos são de famílias com renda total mensal de até quatro salários mínimos (80%), da área urbana (79%), de escolas públicas (78%) e não frequentaram nenhum curso preparatório para o processo seletivo (83%).

DADOS GERAIS

As informações apresentadas mostram que 2.694 (cerca de 52%) vestibulandos possuem 17 anos ou menos e 1.516 (29%) entre 18 e 20. Os homens somam 1917 (36,92%) inscritos e as mulheres 3.276 (63%).

A maioria, 4.821 (mais de 92%), são solteiros e os oriundos da área urbana perfazem 4.138 (cerca de 80%).

Considerando a residência dos candidatos, a Unicentro conta com representantes de 12 estados do País: Bahia, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

ESCOLAS PÚBLICAS

Dos 5.193 inscritos, 4.050 (quase 78%) fizeram todo o ensino médio em escolas públicas e 559 (cerca de 11%) estudaram somente em particulares.

Além disso, entre os candidatos deste vestibular, 650 (cerca de 12,5%) possuem renda familiar mensal de até um salário mínimo; 1.985 (quase 39%) de um a dois; 1.567 (cerca de 30%) de três a quatro salários; 800 (15,4%) de cinco a dez; 118 (2,27%) de onze a quinze; 41 (cerca de 0,8%) possuem renda familiar de dezesseis a vinte salários; e 32 (aproximadamente 0,6%) candidatos afirmaram possuir renda familiar acima de 20 salários.

No que diz respeito à participação na vida econômica da família, 3.293 candidatos (63%) não trabalham e possuem gastos financiados pela família ou por outras pessoas; 999 (mais de 19%) trabalham, mas também recebem ajuda financeira.

Dos inscritos, 2.387 (45,97%) confirmaram no questionário socioeducacional que terão que trabalhar durante o curso superior; 2.252 (43,37%) não sabem se precisarão de emprego durante o estudo; e 554 (cerca de 10,6%) afirmam que não precisarão trabalhar.

UNICENTRO: PÚBLICA E COM BONS CURSOS

Por ser pública, foi o motivo que levou 2.447 (cerca de 47%) estudantes a prestarem vestibular na Unicentro. Devido à universidade ofertar o melhor curso pretendido, foi o motivo que fez outros 1.167 (22,47%) alunos se inscreverem no Vestibular 2017.

Já na escolha do curso, 3.408 (65%) foram influenciados pela preparação para uma profissão mais de acordo com as aptidões pessoais e 982 (quase 19%) optaram por um curso que prepara para uma profissão com bom mercado de trabalho.

CONCORRÊNCIA

No câmpus Santa Cruz, em Guarapuava, os cursos mais concorridos são Administração – noite, com 9,75 candidatos por vaga, e Ciências Contábeis – noite, com 8,81. No câmpus Cedeteg, também em Guarapuava, o curso mais procurado foi Medicina Veterinária, com 30,7 vestibulandos por vaga, seguido de Agronomia, com 17,5. Em Irati, a maior concorrência é em Psicologia, com 22,08 inscritos por vaga, e a segunda maior procura é em Administração – noite, com 15,44.

RESULTADO

A divulgação dos aprovados, de acordo com a direção de processos seletivos, está prevista para o dia 25 de novembro e será divulgada pelo site da Universidade.

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA