Emprego: bons números do Interior garantem taxa de desemprego do Paraná melhor do que média nacional

Na contramão da região metropolitana de Curitiba, por exemplo, quatro regiões do Paraná alavancam a geração de emprego no estado. É o que revela uma pesquisa do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A região que mais criou empregos é a Sudoeste que abrange municípios como Pato Branco e Francisco Beltrão. De janeiro a novembro de 2016, a região acumulou um saldo positivo (entre admitidos e demitidos) de 2.470 vagas. Em seguida vem o Norte Pioneiro, com 1.035 vagas.

A região Oeste ficou em terceiro, com 579 empregos gerados no período, e o Sudeste, que tem como polo União da Vitória, em quarto lugar, com 467 vagas.

De acordo com o Ipardes, o desemprego maior está concentrado na Região de Curitiba, que é responsável por 67% do saldo negativo de vagas no Estado, reflexo sobretudo da retração da indústria.

De janeiro a novembro, o Estado acumula, no geral, um saldo negativo de 28,9 mil vagas, das quais 19,5 mil na Região Metropolitana de Curitiba. A previsão é de que os números de geração de empregos melhorem a partir do segundo semestre deste ano.

CBN Curitiba

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA