Guarapuava já passa de 180 mil habitantes

Foto: reprodução

O censo populacional de 2017 das 5.570 cidades brasileiras foi divulgado na última semana

Na última quarta-feira (30), o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou a estimativa populacional de 2017 das 5.570 cidades brasileiras. De acordo com os dados, Guarapuava possui atualmente 180.364 habitantes. Na última estimativa, que foi realizada em 2016, Guarapuava tinha 179.256 habitantes. Ou seja, em um ano, o município registrou o aumento de 1.108 pessoas.

Ainda segundo o IBGE, estima-se que o Brasil tenha 207,7 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento populacional de 0,77% entre 2016 e 2017, um pouco menor do que a taxa 2015/2016 (0,80%).

DADOS                      

De 2016 para 2017, a taxa geométrica de crescimento populacional do país foi de 0,77%, menor do que a estimada para o período 2015/2016 (0,80%), conforme a Projeção de População 2013.

Quase um quarto dos 5.570 municípios brasileiros (24,7% ou 1.378) tiveram taxas geométricas negativas, ou seja, apresentaram redução populacional. Em mais da metade dos municípios (53,6% ou 2.986) as taxas de crescimento populacional foram inferiores a 1%, e em 258 municípios (4,6% do total) o crescimento foi igual ou superior a 2%.

O grupo de municípios com até 20 mil habitantes apresentou a maior proporção dos que tiveram redução populacional (32,5% ou 1.236 municípios). Por outro lado, aqueles com mais de 100 mil a um milhão de habitantes tiveram a maior proporção de municípios com crescimento acima de 1% (45,5% ou 133). Dez dos 17 municípios com mais de um milhão de habitantes tiveram taxas de crescimento entre 0,5% e 1% ao ano.

São Paulo continua sendo o município mais populoso do Brasil, com 12,1 milhões de habitantes. Em segundo lugar está o Rio de Janeiro, com 6,5 milhões de habitantes, seguido por Brasília e Salvador (cerca de 3,0 milhões de habitantes cada).

Em 2017, pouco mais da metade da população brasileira (56,5% ou 117,2 milhões de habitantes) vive em apenas 5,6% dos municípios (310), que são aqueles com mais de 100 mil habitantes. Os municípios com mais de 500 mil habitantes (42) concentram 30,2% da população do país (62,6 milhões de habitantes). Por outro lado, a maior parte dos municípios brasileiros (68,3%) possui até 20 mil habitantes e abriga apenas 15,5% da população do país (32,2 milhões de habitantes).

Em relação aos estados, os três mais populosos estão na região Sudeste, e os cinco menos populosos estão na região Norte. O Estado mais populoso é São Paulo, com 45,1 milhões de habitantes, concentrando 21,7% da população do país. Roraima é o estado menos populoso, com 522,6 mil habitantes (0,3% da população total).

E o Paraná aparece com 11,3 milhões de habitantes em 2017, figurando em 21º lugar entre os 27 estados.

Nas regiões Norte e o Centro-Oeste estão as maiores proporções de municípios com taxas de crescimento acima de 1%. Por outro lado, a região Sul mostrou a maior proporção de municípios com taxas negativas.

Estimativas

As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.

As populações dos municípios foram estimadas por um procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações dos estados, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios. O método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010). As estimativas municipais também incorporam alterações de limites territoriais municipais ocorridas após 2010.

Na site do IBGE, na página dos dados de Guarapuava é possível ainda verificar outras estimativas, como o PIB do município, censo agropecuário, serviços de saúde, finanças públicas, educação, entre outros.

 

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA