Jovens de Turvo lideram gincana que os levará à Polônia

Alô, alô Cracóvia (Polônia). Estamos chegando!

Quem manda a mensagem é o grupo de jovens Jucaju (Juventude Caminhando Junta) do município de Turvo (PR) que está, desde agosto de 2014, disputando um lugar privilegiado para estar com o Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude, que será realizada em julho de 2016. Falta pouco, porque entre mais de 1200 grupos de jovens de todo Brasil  inscritos para a disputa, o Jucaju está em primeiro lugar.

É uma gincana. As tarefas – algumas virtuais outra reais – são transmitidas via site www.desafiojmj.com.br. A primeira delas era arrebanhar pessoas para essa verdadeira rede social católica, que conta com a participação de pessoas do Brasil e do mundo, com páginas e grupos para discussões, troca de experiências e compartilhamento de imagens e vídeos. O grupo – formado por 35 integrantes – foi à luta e mais de 300 pessoas se alinharam à rede. Foi a primeira vitória.

Na segunda tarefa foi preciso sair à campo, buscar a história da paróquia do Turvo e da Igreja Católica, desde os discípulos de Cristo até hoje. Rendeu, e bastante. Foi feito um mural de fotos, proporcionou ainda uma palestra sobre a igreja e uma apresentação para a comunidade. Ponto para o grupo e a liderança se consolida.

Católicos, mas nem tanto

Depois veio o recenseamento da paróquia que buscou conhecer o perfil do cidadão do Turvo, um município de cerca de 13 mil almas. Constatou-se que cerca de 80% das pessoas da cidade se disseram católicas, mas frequentar a igreja que é bom, apenas 20% delas. O trabalho também originou uma apresentação acompanhada de um plano de ação procurando apontar maneiras de a igreja se aproximar dessas pessoas.

Outro trabalho: promover um debate sobre a inclusão do jovem na sociedade e na família. O Jucaju conseguiu levar autoridades, entidades e representantes de outras igrejas ao debate. O resultado foi encaminhado do Bispo e apresentou resultados tanto na igreja como fora dela. As pessoas começaram a ver no trabalho do grupo um significado e muitas se aproximaram, buscaram informações.

Depois houve uma arrecadação de produtos pet. Mas para quem já estava com a mão na massa, o grupo decidiu ampliar a coleta e conseguiu não apenas 474 quilos do pet solicitado, mas também outros 300 quilos de materiais recicláveis. Resultado: foram feitos alguns trabalhos artesanais e o material foi vendido, com a renda revertendo em benefício da paróquia de Goioxim, que ganhou um projetor. Originou, ainda, uma exposição que levou conscientização sobre a poluição do plástico e, de quebra, limpou a cidade. Muita gente se envolveu na ação.

O Dia Mundial da Juventude, 30 de março, também foi um dia especial para o grupo, que comemorou a data junto com a comunidade.

Agora o grupo vive a sexta tarefa que é comunicar ao mundo o trabalho que realiza. Já estiveram em emissoras de rádio, de televisão e o jornal é outro dos veículos que precisa ser utilizado nesse objetivo. Uma peça de teatro também é usado no sentido de disseminar Jornada.

Cracóvia que aguarde. Os garotos do Turvo estão chegando!

 

Interação muda a vida das pessoas

Dalriliane Schultz (estudante de Geografia), Maurício Pilati (estudando Publicidade e Propaganda), Thaynara Correa (estudante de Medicina Veterinária) e Cristiano Tostes, seminarista, são a linha de frente do grupo. O primeiro lugar da Gincana ganhará 10 passagens e hospedagem para estar com o Papa, na Polônia. O primeiro lugar traz para eles mais ansiedade do que tranquilidade. Mas a participação agrega outros valores.

Dalriliane, a futura geógrafa diz que se sente vivendo “uma experiência rica, que provoca uma união cada vez maior entre os participantes”. A médica veterinária Thaynara sente que “desenvolve-se esse lado mais interativo”. Segundo ela, pelo aplicativo já “conhece” várias pessoas de todas as partes do País.

O seminarista Cristiano talvez seja o que mais esteja próximo das ações da Gincana. Já vive as ações da igreja no seu dia a dia. “Está sendo a melhor coisa que já aconteceu na minha vida”, diz ele. “Cada pessoa é um mundo a parte e eu cresço a cada dia convivendo com essas pessoas”, conclui.

O publicitário Maurício vê um crescimento profissional nas ações que vem desenvolvendo. Na parte pessoal, considera interessante observar que as pessoas se aproximam do grupo e a gincana está lhe proporcionando ser mais aberto e ouvir mais antes de emitir uma opinião.

Tagged with:     , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA