Centro de Artes recebe a segunda edição do Projeto Marias

Foto: Assessoria

O projeto reúne mães que perderam seus filhos muito cedo e, através da fotografia, transformam a dor da perda em superação e alegria

 Está em cartaz no Centro de Artes Iracema Trinco Ribeiro, a segunda edição da exposição fotográfica Projeto Marias – Eu sinto muito.  Idealizado por Mirian Baitel, em parceria com a fotógrafa Dani Leela, o projeto Marias reúne mães que perderam seus filhos muito cedo e, através da fotografia, transformam a dor da perda em superação e alegria.

O projeto fotográfico foi lançado no ano passado com a exposição Marias – Somos Mães de Anjos, que reuniu cerca de 30 fotos para registrar o encontro das mães que assumiram a tarefa de passar uma mensagem positiva a tantas outras mães que também passam por esse processo de aceitação da perda de um filho.

A segunda edição do Marias tem como tema “Eu sinto muito”, que aborda o tabu diante do luto, propondo uma reflexão sobre como ao negar a morte, limita-se próprio sentido de vida. O ensaio apresenta a história de oito mães com apoio das mães da primeira edição.

Na abertura da exposição, que aconteceu nessa terça-feira (07) A ‘Maria’ Lucimara Zanin Alves contou a história de seu anjo Nicolas, que partiu após se afogar com um alimento. “Decidimos doar os órgãos do Nicolas, assim um pedacinho dele continua presente e dando vida para várias outras crianças”, comentou Lucimara.

Bárbara Pilatti Voidelo falou sobre a dificuldade em encontrar a felicidade após a perda de um filho e como o grupo das Marias a ajudou. “É difícil ser conhecida como aquela que perdeu o filho. Aquela que não tem nome. Porque viúva é quem perdeu o marido; órfão é quem perdeu os pais e quem perdeu um filho chama como? As Marias colhem minhas dores e lágrimas, transformando tudo isso em amor. Minha nova família olha o meu filho não como um bêbe que se foi, mas como o bebê que veio com seus lindos olhos azuis, transformou tudo e deixou o meu mundo mais bonito”, relatou Bárbara.

A exposição está disponível para visitação até o dia 30 de novembro. Além da abertura da exposição, o projeto tem mais duas programações ao longo do mês. No dia (14), acontece uma palestra com psicóloga e depoimentos de mães. Já no dia (31), será realizado o Círculo de Marias, com uma apresentação do manto de retalhos produzidos pelas participantes da primeira e segunda edição.

O Centro de Artes fica na Rua Marechal Floriano Peixoto, 1399, ao lado da Catedral. As visitas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das 13 às 17h30. A entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone (42) 3623-1306.

 

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA