Guarapuava é modelo na aplicação da Linha Guia da Saúde Bucal

Foto: assessoria

A principal ação da Linha Guia é a classificação do paciente através da estratificação de risco

Guarapuava é a cidade pioneira no Paraná a implantar a Linha Guia da Saúde Bucal, um planejamento proposto pela Secretaria de Estado da Saúde que visa melhorar a qualidade do atendimento através da integração da saúde bucal com a atenção primária. A principal ação da Linha Guia é a classificação do paciente através da estratificação de risco. Quando o paciente chega à UBS, os profissionais da saúde seguem critérios socioeconômicos culturais, biológicos e odontológicos para definir se é baixo, médio ou alto risco.

O Ceará está adotando a Linha Guia de Saúde Bucal, baseando-se na experiência bem sucedida da Prefeitura de Guarapuava. As tutoras da Secretaria Municipal de Saúde, Simone Miranda Galicioli (Saúde Bucal) e Audinéia Martins Xavier (Atenção Primária), vão apresentar, em Fortaleza, nos dias 27 e 28 deste mês, os resultados do modelo guarapuavano, durante a Capacitação Complementar Estadual em Estratificação de Risco e Manejo Clínico em Saúde Bucal.

A Linha Guia foi implantada em Guarapuava em 2015 e recebeu alterações em 2016. Ela aponta as diretrizes para o atendimento odontológico de uma maneira integral, junto com a rede de atenção primária, fornecendo ao paciente um atendimento multidisciplinar. “Com a Linha Guia, os dentistas se integraram às demais equipes de saúde das UBS. Assim, conhecemos cada paciente e humanizamos o atendimento”, explica Simone Galicioli.

Outro destaque da linha guia é a prioridade ao grupo de risco, que são portadores de doenças crônicas, gestantes, idosos e crianças. “Hoje todas as gestantes, assim que abrem o pré-natal recebem acompanhamento durante toda a gestação, pois problemas odontológicos interferem na qualidade da gestação, por exemplo, se uma gestante possui cárie dentaria, há mais chances ter um parto prematuro, ou do bebê nascer com baixo peso, ou ainda ter infecções”, acrescenta.

Depois que o bebê nasce, o acompanhamento continua até a criança completar 5 anos de idade. A meta da Linha Guia é a cárie dentária. Acompanhar desde o nascimento da criança contribui para que ela mantenha uma boa saúde bucal e aprenda os cuidados, como escovar bem os dentes e usar fio dental. Diminuir a exodontia, ou extração de dentes, é outro foco da Linha Guia.

Tagged with:     , , , ,

About the author /


Extra

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Newsletter

ASSINE O EXTRA